Blog

Blog do Mousinho

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

Queda de braço: Alagoas pode ser o sexto Estado a se insurgir contra flexibilização comercial

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de incluir como serviços essenciais as atividades de salões de beleza, barbearias e academias de esportes, vão de encontro às orientações de cinco governadores, como Rui Costa, da Bahia, Camilo Santana, do Ceará, João Azevêdo, da Paraíba, e Paulo Câmara de Pernambuco. Alagoas pode ser o sexto a também não concordar com o governo federal.

A situação é que, com uma situação de precariedade no atendimento às vítimas do coronavírus, o governador Renan Filho tem endurecido as regras restritivas e pode, também como permite a Constituição e decisão do Supremo Tribunal Federal, não acompanhar o Palácio do Planalto. A opinião de Renan Filho sobre a abertura de alguns serviços, deverá ser conhecida nas próximas horas.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *