Blog

Pop Boy

Marcos Filipe é jornalista formado pela Universidade Federal de Alagoas e viciado em tudo o que envolve Mídias Sociais, Cinema, Televisão, Música, Literatura e Eventos. Um Geek de carteirinha, ligado em desenho animado e games. Desde 2010 escreve sobre esses assuntos se alimentando todos os dias da mais pura Cultura Pop.

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

Tasca Portuguesa traz final de semana musical para seus clientes

Tasca ao Vivo é o projeto do restaurante Tasca Portuguesa que traz o melhor da música alagoana para seu espaço. O projeto que começou na última quinta-feira (14) segue nessa sexta-feira (17), com o cantor, compositor e multi-instrumentista Pedro Salvador, líder da banda Necro, empunhará o violão num show intimista chamado “Blues tropical”.

Pedro Salvador, foto DIVULGAÇÃO

Salvador apresentará canções próprias e, como ele diz, “clássicos esquecidos”. “Tocarei temas improvisados e muito blues com cheiro de sal e mato”, promete o irrequieto e versátil instrumentista da Necro e de outras formações musicais, como Messias Elétrico, Jude. Em maio deste ano, Salvador lançou, pelo selo Crooked Tree Records, o álbum solo “Pedro Salvador”, com inspirações psicodélicas e, também, de música nordestina. No sábado (18), é a vez do cantor, compositor e guitarrista Edi Ribeiro apresentar o set de composições alagoanas que ele vem demonstrando com um power trio de guitarra, baixo e percussão. São composições clássicas de Jacinto Silva, Clemilda, Hermeto Paschoal e Djavan, entre outros, mescladas à produção contemporânea de compositores como João Albrecht, Zé Miltons, Sebage e, claro, o próprio Edi Ribeiro, que lançou em setembro o álbum independente “Eu no Baião de Dois – o primeiro solo de uma carreira de mais de 15 anos e que inclui o disco da banda Cumbuca, formada por Ribeiro e pelo violinista Tércio Smith no início dos anos 2000. “O show que apresentarei”, afirma Ribeiro, “tem essa pegada regional, que eu chamo ‘ALalternativa’, com músicas da minha própria lavra e do nosso cancioneiro regional assinadas por Mestra Virgínia de Moraes, Tororó do Rojão e Jacinto Silva, entre outros.”

Trio Blues 3

Veja Mais

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *