Blog

Tudo que Há 24 Horas

Colunista Social e Multimidia Alagoana Diretora Nordeste Abramecom(Associação Brasileira de Colunistas Sociais e de Mídia Eletrônica) Presidente Nacional de Comunicação e Relacionamentos da Federação Brasileira de Colunistas Sociais,(Febracos) O primeiro site em que escrevi foi NAGANDAIA.COM, um site voltado para jovens baladeiros que se jogavam nas gandaia (baladas, shows...) Depois vieram vários, entre eles: maceioeventos, alagoasvip... www.tudoqueha.com.br maceio4ograus.com.br - Maceió revista100fronteiras.com.br - em Nova Iguaçu glorinhacohen.com.br - em São Paulo Jornal Tribuna do Sertão-Alagoas Jornal Primeira Edição-Alagoas Revista Áppice Revista Gold Revista Class Magazine Presto assessoria para várias empresas e restaurantes e alguns artistas; Aninha Monteiro instagram:aninhatudoquehaoficial Meu Email: anamonteiro@maceio40graus.com.br

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

Teresa Kodama idealiza Campanha de Enfrentamento a Violência Contra a Mulher pela Federação Paulista de Basketball

“Teresa Kodama idealiza Campanha de Enfrentamento a Violência Contra a Mulher pela Federação Paulista de Basketball​ e apoia a Campanha Sinal Vermelho do Conselho Nacional de Justiça​
Teresa Kodama, ama as Artes Plásticas, mas tem um grande fascínio pela concretização de projetos e de ações sociais.
Não consegue viver sem pensar no próximo e em ser solidária.
Entende que a solidariedade e o amor devem prevalecer no mundo.
O direito pela plenitude do exercício da cidadania é um lema que defende intensamente.
É uma grande defensora e militante da causa dos direitos das mulheres.
Em virtude do aumento de casos de violência contra a mulher e de feminicídios no período de pandemia, Teresa Kodama, Artista Plástica Autodidata e Embaixadora Social da Federação Paulista de Basketball, idealizou uma Campanha de Enfrentamento a Violência Contra a Mulher.
A valorização, a dignificação e a respeitabilidade das mulheres deve existir por parte da sociedade.
O papel das mulheres na sociedade é de extrema importância.
A Campanha tem o apoio da Federação Paulista de Basketball, da GCS Sports, da APAMAGIS​ – Associação Paulista de Magistrados, do IPAM – Instituto Paulista de Magistrados, do Projeto Eu Tenho Voz no Combate ao Abuso Sexual de Crianças e de Adolescentes, a Usoarte e a Arte e Cerâmica Zita Delgado.​
Nessa pandemia, por estatísticas, houve um aumento de casos de violência contra as mulheres e de feminicidios.
Todos nós devemos dar um basta a essas graves violações dos direitos das mulheres.
A Presidente da APAMAGIS​ – Associação Paulista de Magistrados, Doutora Vanessa Ribeiro Mateus, deu o seu recado em um video que está sendo divulgado nos jogos de basquete, e assim falou sobre a Campanha Sinal Vermelho e que “O esporte, com sua capacidade de alcançar milhares de pessoas e com a positividade que transmite, é capaz de ajudar e muito nessa divulgação.”.
Teresa Kodama, como militante atuante da causa, também apoia uma importante campanha que está atingindo o fim almejado.
Teresa Kodama apoia plenamente a Campanha “Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica”, que foi lançada em10 de junho de 2020 pelo CNJ – Conselho Nacional de Justiça em parceria com a AMB – Associação de Magistrados Brasileiros, que tem como Presidente a Doutora Renata Gil.
O apoio está sendo dado de modo efetivo pela APAMAGIS – Associação Paulista de Magistrados, que tem como Presidente a Doutora Vanessa Ribeiro Mateus.
Essa campanha está sendo expandida para as comarcas do interior e em todo o país, demonstrando força no combate efetivo à violência contra as mulheres.
Mulheres vítimas de violência doméstica podem pedir ajuda em farmácias cadastrados na campanha #sinalvermelho.
Há mais de dez mil estabelecimentos cadastrados em todo país.
O objetivo é incentivar as vítimas a denunciarem a violência por meio do desenho de um ❌ na palma da mão.
Com a Lei número 14.022/20, que intensifica o combate à violência doméstica, sancionada este mês, denúncias e pedidos de medida protetiva podem ser feitos online ou por telefone.
Há uma cartilha para as farmácias que está no site da AMB – Associação de Magistrados Brasileiros (https://www.amb.com.br/sinalvermelho/).
Também merece ser ressaltado que há uma campanha “Carta às Mulheres”, onde as vítimas ou outras pessoas poderão, mediante formulário, esclarecer dúvidas ou pedir providências a profissionais do COMESP – Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, que darão as orientações ou tomarão as providências necessárias (http://www.tjsp.jus.br/cartademulheres).
Grande avanço no combate à violência doméstica!!!
Teresa Kodama entende que “A luta das mulheres contra a desigualdade e a violência deve ser efetiva, eficaz, premente, pois ainda o machismo impera fortemente em nossa sociedade.
A voz das mulheres é desacreditada, em diversas situações, e de vítimas, passam a ser as rés, sendo humilhadas, inferiorizadas e condenadas moralmente.
A luta pelo feminismo deve ser incessante, com a exigência de igualdade de direitos, de valorização, de dignificação e de respeito à condição de mulher,​ e com mudanças significativas nas injustiças históricas.”.
Essa campanha é grandiosa e fortalece e dá voz às mulheres.
Vamos nos unir no enfrentamento à violência doméstica!!!
Vamos aderir a essa campanha, com divulgação e conscientização de todas as mulheres!!!
Digam Não À Violência Doméstica!!!
Basta de violência!!!
Denuncie!!!
Para adesão à campanha e mais informações, escreva para​ sinalvermelho@amb.com.br
Apoie, divulgue e compartilhe essas importantíssimas iniciativas!!!!
VAMOS GANHAR ESSE JOGO!!!
JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!!!
#SinalVermelho ❌
#campanhasinalvermelho #PraTodosVerem
#PraCegoVer
#CNJ
#AMB
#APAMAGIS
#ViolênciaDoméstica #ViolênciaContraAMulher
#Mulher
#Proteção #IsolamentoSemViolência
#combateaviolenciadomestica
Sobre Teresa Kodama:
Teresa Cristina Della Monica Kodama é Procuradora do Estado aposentada, foi membro efetivo de várias Comissões da Ordem dos​ Advogados do Brasil, dentre elas da Mulher Advogada, Cidadania e Ação Social, autora de cartilhas e de artigos jurídicos, palestrante, foi Conselheira do Conselho Estadual da Condição Feminina, foi primeira a atuar na​ Coordenação de Políticas para a Mulher do Estado de São Paulo da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, colaboradora do Projeto “Eu Tenho Voz”, do IPAM – Instituto Paulista de Magistrados, Sócia-Fundadora do Rotary Moema-Índia, Embaixadora da Federação Paulista de Basketball e Artista Plástica Autodidata.”.
Atuou na então Procuradoria de Assistência Judiciária da Procuradoria Geral do Estado, e atendeu muitas mulheres, defendendo os seus direitos e se tornando, com o passar do tempo em militante atuante da causa. Atuou em diversas Comissões da Ordem dos Advogados do Brasil, como a da Mulher Advogada, da Cidadania, da Ação Social, dentre outras Comissões.
Elaborou cartilhas, como a de “Orientação dos Direitos Trabalhistas da Mulher” e da “Cidadania e Ação Social” da Ordem dos Advogados do Brasil.
Têm artigos na Cartilha de Ação Social da Ordem dos Advogados do Brasil intitulados​ “Direitos da Mulher”, “Do Aborto”, “Estatuto dos Idosos”, “Gravidez Precoce”.
Têm artigos intitulados​ “O Que Se Entende​ por Violência Doméstica e Familiar. Como Enfrentá-las?”, sobre “Suicídio” e “Os Trinta Anos da Constituição Federal.”.
Colaborou na elaboração da Cartilha sobre “O Enfrentamento do Tráfico de Pessoas” da Secretaria da Justiça e da Cidadania e a Ordem dos Advogados do Brasil.
Foi autora do artigo da Revista de Direito do Trabalho da Revista dos Tribunais, intitulado “Do Assédio Moral no Serviço Público”.
Colaborou para a Cartilha de “Prevenção e Combate à Violência​ Contra a Mulher do Campo”,​ do ITESP – Fundação Instituto de Terras da Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania.
Elaborou um artigo para a Academia Paulista de Direito intitulado​ “O Exercício da Cidadania e dos Direitos Humanos à Luz da Constituição Federal”.
Foi Conselheira do Conselho Estadual da Condição Feminina e foi a primeira Coordenadora da Coordenação de Políticas para a Mulher do Estado de São Paulo da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania.

Maria Emília Genovesi
Assessoria de Imprensa

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *