Esporte

Corinthians Alagoano anuncia mais três reforços

O vice-líder da Copa Maceió, que vem embalado após duas vitórias fora de casa – 5 a 1 no Bom Jesus e 3 a 2 no ASA – ganhou hoje, mais três reforços: Marcelinho, de 19 anos, vem do Mogimirim (SP), atua na lateral esquerda e como volante; Diego, de 21, é atacante e teve passagem pelo Santos e Inter (RS); e o meia Douglas, também 21, que atuou no CRB, vem do Paulista de Jundiaí.

Elenco do Galo fez apenas um treino recreativo

CRB dispensa zagueiro e contrata atacante

A novidade na Pajuçara foi a contratação do atacante Paulinho Macaíba, de 23 anos. O jogador, que defendeu o Corinthians Alagoano em 2004, estava no América de Natal (RN). O atacante já treinou no recreativo desta tarde.

Jogadores do CRB treinam sob tensão de mais dispensas

CRB dispensa zagueiro Paulão

A diretoria regateana esteve reunida agora à tarde e o vice-presidente do CRB, Gustavo Feijó não descarta a possibilidade de mais dispensas ainda hoje.

Ajuda de árbitro aproxima Palmeiras de vaga na Libertadores

O palco para a festa estava armado. Estádio Parque Antarctica lotado, torcida eufórica e um adversário modesto. Neste cenário, o Palmeiras seguiu à risca o enredo e não decepcionou sua platéia na estréia da Copa Libertadores, na noite desta quarta-feira. Mas na vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Táchira, da Venezuela, o protagonista foi o árbitro Ricardo Grance.

ASA perde mais uma e afunda na lanterna com o Ipanema

A zebra andou solta pelo Estádio Coaracy da Mata, em Arapiraca. O ASA recebeu o Corinthians com a missão de afastar de vez a crise que derrubou o técnico José Carlos do Amaral, e acabou afundando ainda mais na lanterna do campeonato. Agora, após quatro rodadas apenas ASA e Ipanema – ambos têm apenas 1 ponto em quatro jogos – ainda não venceram na Copa Maceió.

Goleiro Davi foi o destaque da partida

Azulão salvo pelo gongo aos 47 do segundo tempo

Davi!Davi!Davi! Quando um pequeno grupo de torcedores do CSA gritava o nome do goleiro do CSE, em protesto pelo empate até aquele momento, Goiano, de falta, evitou o que poderia se transformar num foco de crise no ninho do Azulão.