Polícia

Jovem é morto a pedradas em Chã da Jaqueira

O jovem José Ronaldo Gomes da Silva, 26, foi assassinado na madrugada de hoje. Ele foi vítima de um apedrejamento, ocorrido na Rua São João, no bairro de Chã da Jaqueira. A Polícia Civil suspeita que o homicídio esteja ligado à briga entre “galeras rivais”.

Polícia Reforça policiamento na orla de Maceió

Para evitar que outros casos de vandalismo voltem a ocorrer na orla marítima de Maceió, a Polícia Militar de Alagoas está reforçando o policiamento no local, durante e após o jogo entre Brasil e França, que começa às 16h e será acompanhado por centenas de torcedores nos bares.

Colisão com vítima fatal na BR-101

Uma colisão envolvendo uma Parati, placa MVH 5626/AL, e uma carreta, MDG 0170/SC, na BR-101 resultou na morte da dona de casa Lenira de Souza, 56. Ela viajava na Parati. A Polícia Rodoviária Federal não soube precisar como ocorreu o acidente.

Mulher é morta a tiros pelo marido

No Conjunto Selma Bandeira, bairro do Benedito Bentes II, um crime passional revoltou a população do lugar. A dona de casa Késsia Farias da Silva, 23, foi morta pelo marido com dois tiros de revólver calibre 38.

Aposentada é assassinada durante assalto

A senhora Raquel Maria Batista, 64 anos, foi assassinada com dois tiros na cabeça durante um assalto a uma loja no Loteamento Por do Sol, no bairro de Santa Lúcia. De acordo com as primeiras informações recebidas pela PM, ela era aposentada e tinha montado o estabelecimento comercial para complementar a renda.

Coronel do Exército denuncia PMs por agressão

A comemoração do Dia de São Pedro na rua da Glória, no Bairro da Ponta Grossa, acabou em confusão entre um segurança do deputado Marcos Barbosa, o filho de um coronel do Exército e a Polícia Militar. O menor, M.S.M, de 17 anos, teria sido espancado por uma guarnição da PM e pelo segurança do deputado.

SDS volta às ruas com Operação Fecha Gabinete

A Secretaria de Defesa Social está organizando – neste momento – a saída às ruas com mais uma operação integrada entre Polícia Civil, Polícia Militar e demais forças da segurança pública. É a segunda fase da Operação Fecha Gabinete, que objetiva tirar o efetivo do trabalho burocrático para auxiliar nas blitze.