Justiça


Acusado de matar homem em Novo Mundo é condenado a 17 anos

Caio Loureiro / Dicom TJALJulgamento ocorre no 3º Tribunal do Júri, no Fórum da Capital

O Conselho de Sentença da 7ª Vara Criminal da Capital condenou Lucas Henrique da Silva Gomes a 17 anos, oito meses e 24 dias, pela morte de Douglas dos Santos Moraes em 6 de setembro de 2015, após a vítima ter repreendido o acusado por fumar maconha ao lado da sua casa. Como o réu já cumpriu dois anos e 24 dias em prisão preventiva, resta cumprir 15 anos e oito meses, em regime inicialmente fechado.

De acordo com a denúncia, a vítima teria falado para Lucas que não fumasse ali, ao lado da sua casa, pois tinha filhos menores de idade. Já em outro dia, Douglas teria sido convidado por dois conhecidos para conversar em frente a um mercadinho. Nesse momento, chegaram três homens, Lucas Henrique e outros dois que não foram identificados. O réu então sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos contra a vítima, que tentou fugir, mas não conseguiu, vindo a falecer em seguida.

O julgamento aconteceu na tarde da quinta-feira (16) e foi presidido pelo magistrado Sóstenes Alex Costa de Andrade. Outros dois júris ocorreram no mesmo dia, como parte da programação do Mês Nacional do Júri em Alagoas.

Maragogi

No Fórum de Maragogi, Enivaldo Pimental de Lima foi condenado a dois anos, em regime aberto, por tentar matar Flávio José da Silva, utilizando um facão, no dia 1º de janeiro de 2011, por volta das 3h, durante uma festa de ano novo, na praça de eventos de Maragogi. De acordo com a denúncia, o crime teria sido motivado por provocações feitas pela vítima e seu irmão enquanto o acusado passava pelo local com a namorada. O júri foi conduzido pelo juiz Diogo Mendonça Furtado.

União dos Palmares

O juiz Anderson Santos dos Passos presidiu julgamento na 3ª Vara Criminal de União dos Palmares. O réu José Alexandre Amaro da Silva foi condenado a nove anos e sete meses, a serem cumpridos em regime inicialmente fechado, por ter deflagado vários tiros contra Nildo Sebastião da Silva, no dia 24 de dezembro de 2009, por volta das 21h. A tentativa de homicídio teria sido motivada por um desentendimento entre os dois, cinco meses antes da tentativa.

Fonte: Dicom TJ/AL

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>