Primeira derrota no 2019 do Vasco não abala Valentim: ‘Os elogios eram até exagerados’

Rafael Ribeiro / Vasco

O Vasco precisou de dois meses para ser superado em campo na temporada 2019. A boa fase do clube era tão boa que foram 13 partidas de invencibilidade, que só terminou na derrota por 2 a 0 para Cabofriense, no domingo, pela Taça Rio. O técnico Alberto Valentim, no entanto, não sentiu qualquer abalo no trabalho já desenvolvido e afirmou que isso não provocará nenhum tipo de questionamento na equipe.

– Sem abalo. O que conversamos é que não íamos nos empolgar com elogios, nas vitórias. Às vezes os elogios eram até exagerados. Agora, da mesma foram: não vamos deixar que de maneira alguma as críticas ou a derrota depois de um período longo de invencibilidade afetem nosso trabalho. Vamos continuar nossa estrada. – afirmou o treinador na coletiva após o jogo, antes de completar:

– O nosso objetivo está lá na frente. Claro que temos de recuperar essa segunda posição do nosso grupo, mas de todo jeito estamos garantidos na semifinal do Carioca.

Sobre as vaias que mais uma vez recebeu oriundas da torcida, três dias depois da vitória contra o Avaí, pela Copa do Brasil, Valentim falou do assunto e se mostrou tranquilo, já que as críticas não são direcionadas aos jogadores.

– O importante é que não direcionem para os jogadores, aí vai ficar tranquilo, aí os jogadores se sentem mais tranquilos. A gente vai seguir nossa estrada. Eu estou começando minha carreira, mas sei como funcionam as coisas como treinador. Você é aplaudido, vaiado. Temos de seguir nossa caminhada.

Na próxima rodada, o Vasco viaja para encarar o Resende, no Estádio da Cidadania, às 21h30, pela quinta rodada da Taça Rio. O Cruz-Maltino está em terceiro no Grupo A, com cinco pontos, seis a menos que o líder Fluminense.

Fonte: Extra

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações