Sesau promove seminário sobre tuberculose nesta quarta

Evento vai ocorrer às 8h, na Uninassau, no bairro Farol, em Maceió.

Ascom/Sesau

Evento vai ocorrer às 8h, na Uninassau, no bairro Farol, em Maceió

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) promove nesta quarta-feira (20), o Seminário Alagoano sobre Diagnóstico e Manejo da Tuberculose. O evento, que será realizado às 8h, no auditório do Uninassau, na Rua José de Alencar, bairro Farol, em Maceió, é destinado a técnicos da Atenção Primária e Vigilância em Saúde dos 102 municípios alagoanos.

O seminário vai contar com as palestras dos médicos Mardjane Lemos e Melquezedeck Belo, que irão evidenciar a importância do diagnóstico precoce e do tratamento em tempo oportuno. Caso isso não ocorra, segundo ressalta a assessora técnica do Programa Estadual de Combate à Tuberculose, Alda Rodrigues, os portadores da doença podem evoluir para óbito, uma vez que a patologia é infecciosa, altamente transmissível e afeta principalmente os pulmões.

“O seminário é uma oportunidade para que os técnicos municipais adquiram novos conhecimentos e possam atuar na Atenção Primária para diagnosticar precocemente os casos de tuberculose. Também iremos apresentar todas as orientações sobre a importância de iniciar o tratamento imediatamente, após o diagnóstico”, salientou Alda Rodrigues.  

A assessora técnica do Programa Estadual de Combate à Tuberculose ressaltou que, ao apresentar uma tosse persistente por mais de três semanas, com ou sem catarro, é necessário procurar uma Unidade Básica de Saúde para avaliação. Caso o diagnóstico seja positivo, o tratamento é assegurado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e tem duração de seis meses.

Número de casos – Em 2017 foram registrados 1.106 novos casos de tuberculose em Alagoas, com 75 óbitos. Em 2018 foram diagnosticados 1.185 novos casos, com 67 pacientes mortos em consequência da infecção.

Fonte: Ascom/Sesau

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações