Após 8 anos, homem é condenado pela morte de companheira

Cláudio Francisco da Silva foi condenado em júri popular pela morte de Tatiana Pereira Silva Gomes

Imagem meramente ilustrativa

Após 8 anos, o Conselho de Sentença do 2º Tribunal do Júri de Maceió condenou na última quinta-feira (06), Cláudio Francisco da Silva pela morte de sua companheira, Tatiana Pereira Silva Gomes, ocorrida em 2011, na Capital alagoana.  A sentença foi de 25 anos e dois meses de reclusão.

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), Tatiana foi morta com dois tiros após discutir com Cláudio. Segundo os autos, ela teria descoberto que o réu era casado e queria terminar o relacionamento.

O júri popular foi conduzido pelo juiz John Silas da Silva, titular da 8ª Vara Criminal de Maceió. Na sentença, o magistrado ressaltou que o crime de homicídio qualificado foi agravado pelo uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e pela situação de violência doméstica e familiar.

O juiz explicou que o caso não foi qualificado como feminicídio por ter acontecido antes do advento da lei nº 13.104, de 2015, que se refere aos crimes baseados no gênero da vítima. Cláudio Francisco da Silva deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado.

Matéria referente ao processo nº 0023605-58.2011.8.02.0001

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações