Arsal participa da reunião da célula de Gestão, Planejamento e Finanças

O diretor-executivo da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas – ARSAL – Marcos Cotrim, participa, na próxima segunda-feira, 27 de junho, da reunião da Célula de Planejamento, Gestão e Finanças, coordenada pelo secretário Sérgio Uchôa Dória, compreendida pelas secretarias da Fazenda, Planejamento, Administração, além do Programa de Ajuste Fiscal, ITEC, ARSAL, Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Companhia de Recursos Humanos (Carhp).
A reunião ocorrerá na sede da Secretaria de Planejamento e tem na pauta de discussões, entre outros temas, a apresentação do relatório das atividades desenvolvidas pela agência reguladora alagoana nos últimos cinco meses.
Segundo o diretor Marcos Cotrim, as atividades da célula são de fundamental importância para a otimização da máquina pública. A Célula desenvolve atividades embrionárias por meio de seus gestores que visam, sobretudo, à redução de gastos do Estado. "As reuniões, realizadas quinzenalmente, vêm trazendo conquistas significativas para o Estado, com a padronização dos veículos a serviço do setor público e conseqüente diminuição da quantidade de combustível utilizada, redução de diárias, diminuição das despesas com energia elétrica, telefonia móvel e fixa, entre outras", destaca Cotrim.
Segundo o diretor-executivo da Arsal, as reuniões têm caráter eminentemente técnico e vêm alcançando resultados significativos, visto que foi observado, entre as 13 gestões designadas, uma redução média de 35% nas despesas do Estado.
Outro ponto destacado pelo diretor Marcos Cotrim é o trabalho embrionário da Célula, já que as medidas adotadas pelos órgãos da célula, quando obtêm os resultados desejados, são implantados nos demais órgãos da administração pública na esfera estadual.

LIBERAÇÃO
O Ministério da Fazenda deverá liberar, entre julho e agosto deste ano, uma verba de R$ 20 milhões para a ANEEL. A indicação foi repassada ao órgão regulador pelo Ministério de Minas e Energia, segundo informou o diretor-geral da Aneel, Jerson Kelman. Com a liberação do recurso, o orçamento da agência para 2005 deverá saltar dos atuais R$ 68 milhões para R$ 88 milhões, excluindo os gastos com pessoal, que são fixos. No total, incluindo o custo de pagamento de pessoal, a Aneel terá cerca de R$ 130 milhões este ano.

REUNIÃO UFAL
Dentro do convênio firmado com a UFAL, a Coordenação de Gás Canalizado visitou, em parceria com técnicos da Algás, as instalações do laboratório de cromatografia do Centro de Tecnologia da UFAL. A reunião teve como objetivo verificar a possibilidade da assinatura de um contrato de comodato entre as instituições, visando a análises periódicas das composições físico-quimicas do gás natural, bem como análise de odorante. Durante a reunião, o representante da universidade, prof. Adair Pacífico, confirmou que o laboratório tem capacidade de realizar essas análises, ficando estabelecido que a Algás realizará as coletas, enquanto a universidade realizará analises diárias desses indicadores. A Ufal levantará os custos para realização das análises e apresentará à concessionária. Vale ressaltar que essas análises constam nas Normas Gerais de Fornecimento e são de fundamentais para a segurança do sistema de distribuição de gás canalizado.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações