Corpo encontrado em vala na região de canavial é de jovem sequestrado

Os militares chegaram ao corpo após denuncia de populares.

Atualizada às 13h25

Cortesia / InternautacorpoMOD1

Um corpo foi encontrado crivado à balas em uma vala na região de canavial no bairro Cidade Universitária, na parte alta de Maceió. O achado de cadáver foi registrado na manhã desta quinta-feira, 19. Ao saber da informação, familiares do jovem Kelve Silva Santiago, que foi sequestrado na madrugada de terça-feira, 17, foram correndo até o local para tentar reconhecer o corpo, que já estava em estado de putrefação.

Leia também

Segurança é sequestrado por homens encapuzados no Benedito Bentes

De acordo com militares, que estão no local dando suporte a ocorrência, o corpo foi encontrado por populares em uma vala, numa área de canavial, trajando apenas uma bermuda azul.

As informações repassadas à imprensa dão conta ainda que o corpo apresenta três perfurações, possivelmente de balas, entre eles na região da cabeça. Com a chegada de peritos do Instituto de Criminalística (IC), os familiares puderam reconhecer como sendo de Kelve. No peito, o jovem tinha um terço tatuado com o nome da mãe, o que não deixou dúvidas para os parentes.

Agora o corpo deve ser levado para o Instituto Médico Legal (IML), na Praça da Faculdade, para os devidos procedimentos.

Reconhecimento

DivulgaçãoKelve Silva Santiago foi sequestrado

Kelve Silva Santiago foi sequestrado

As suspeitas que se confirmaram abrem agora um processo de investigação que pretende elucidar o rapto e morte de Kelve Silva Santiago, de 20 anos, sequestrado na madrugada de terça-feira, 17. As informações dão conta que a Kelve foi retirado de casa, no Benedito Bentes, por quatro homens encapuzados que se identificaram como policiais.

“Nós ouviremos a partir desse momento os familiares e pessoas que possam ajudar a solucionar esse caso com informações desses autores. Nós sabemos de antemão que a polícia não praticou esse ato, são criminosos que utilizaram o nome da corporação para adentrar na residência da vítima”, garante o delegado Fábio Costa, da Delegacia de Homicídios da Capital.

Veja Mais

3 Comentários

  • Lá do Biu says:

    O nome desse sequestro é queima de arquivo o bicho falava de mais,ele andava com uma turma de Policiais que prestam serviços para o Tenente Coronel Amorim fazendo segurança em eventos de musicas os conhecidos shows,e também andava com traficantes passando drogas nesses locais quando tinha shows era um cara que se confiava porque trabalhava com o Tenente Coronel PM para fazer o que não presta era mais um metido à sabido que se deu mal na vida.Deus conforte seus pais.

  • Cabuloso says:

    Um dos sequestradores um bem forte tem o nome ou apelido de Junior trabalha para o coronel Amorim de segurança nas baladas,os policias só não prende os assasinos se não quiserem.

  • Maria says:

    Todo mundo sabe que aqui no Benedito Bentes tem uma milicia comandada por um Policial Militar que sequestra e mata por dinheiro ou por amizade e esse rapaz foi vitima desses milicianos que se dizem Policias e andam parecendo ser do serviço de inteligencia,de balaclava e pistola .40 e 380 amedrontando e invadido residencias para apreender drogas e armas a mando do citado militar de alta patente,vai ficar por isso mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações