Justiça nega pedido de indenização de Kadu Moliterno a Piovani

Reprodução

O ator Kadu Moliterno perdeu, em primeira instância, uma ação judicial contra Luana Piovani. Ele pedia indenização na Justiça à atriz pelo comentário que ela fez na época em que o caso de assédio de José Mayer foi divulgado na imprensa. A ação correu na 7ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Na época, Piovani usou o seu canal no YouTube para falar comentar o que ocorreu com José Mayer e lembrar de casos de assédio na TV Globo. Ela citou o ex-noivo Dado Dolabella e o ex-colega de cena Kadu Moliterno e que ambos não foram punidos pelo que fizeram.

“O Kadu, que já foi meu par, bateu na esposa. Ela foi capa da revista Veja com a manchete: ‘Não foi a primeira vez’ e não soube de condenação. Ele continua trabalhando, fazendo novelas, posando com as novas namoradas para as revistas de celebridades”, criticou a atriz.

Em abril do ano passado, José Mayer foi acusado de assédio pela figurinista Susllem Tonani, 28. Após negar a acusação, o divulgou uma carta na qual afirma que errou, pede desculpas e diz que passa por um processo de mudança. Mayer estava escalado para próximas novelas, mas foi afastado.

Luana Piovani lembrou outros casos de assédio em sua vida em entrevista ao programa Fofocalizando, do SBT, nessa semana. A atriz falou de quando sofreu agressões de Dado Dolabella, por volta de 2008. “Essa história de mexeu com uma mexeu com todas é a maior mentira, me espezinharam. Depois de ser agredida, eu fui acusada de ser agressora”, conta a atriz, que foi foi acusada, na época, por uma produtora da Globo. “Fui tirada do elenco da novela das seis, e me colocaram em ‘Malhação”, lembra ela.

Fonte: Notícias ao Minuto

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações