Mulher violentada pelo marido em São Luís do Quitunde não queria prestar queixa

Agência Alagoas

Cisp de São Luis do Quitunde

O caso de violência contra mulher, registrado na cidade de São Luís do Quitunde, na região Norte de Alagoas, ganhou novo capítulo nesta quinta-feira, 6. A vítima, cujo nome está sendo preservado, prestou depoimento ao delegado Alexandre César, titular do município, e tentou proteger o companheiro.

Apesar das agressões sofridas, a mulher que teve um cabo de vassoura introduzido em sua vagina, não queria prestar queixa. Ela deixou claro que depende economicamente de Manoel Messias Gonçalo da Silva, com quem tem dois filhos ainda pequenos.

O delegado, todavia, disse em entrevista à TV Pajuçara, que a investigação segue, mesmo sem a vítima querer prestar queixa. Ele salienta que há testemunhas para robustecer o inquérito: além dos familiares, a equipe médica que fez o primeiro atendimento, no hospital municipal.

O delegado disse que esteve na residência onde o casal mora para tentar localizar o objeto usado no crime, mas familiares teriam dito que Manoel se desfez dele. Alexandre César disse que ainda não pode precisar em qual crime Manoel será enquadrado, já que não concluiu a investigação.

Leia Mais:

Justiça determina prisão preventiva de acusado de introduzir cabo de vassoura em vagina de companheira

Mulher é socorrida após ter cabo de vassoura introduzido na vagina pelo marido; autor foi preso

“Não convence”, diz delegado sobre depoimento do acusado de violentar mulher com cabo de vassoura

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações