Adolescentes apreendidos afirmam que tráfico motivou assassinato em Branquinha

Reprodução

A morte do jovem Wanderson Alves dos Santos, 18 anos, ocorrida em Branquinha, sofreu novos desdobramentos, neste final de semana, com a apreensão de dois adolescentes, que teriam presenciado o crime e garantem que a motivação foi a ligação da vítima com o tráfico de drogas.

Em depoimento ao delegado Sidney Tenório, titular da Delegacia de Branquinha, os adolescentes informaram que traficantes de Maceió foram até a cidade para executar Wanderson, depois que ele se envolveu em confusões durante cobrança de dívidas de drogas. Os menores teriam citado como referência o dia em que a vítima foi presa pelos guardas municipais. Além de presenciar o crime, os adolescentes teriam guardado a arma utilizada.   

A partir destes novos elementos, a Polícia vai desmembrar o inquérito e os guardas que aparecem em um vídeo agredindo a vítima, Jaelson Ferreira da Silva e Carlos Roberto da Silva, irão responder por agressão, porte ilegal de arma de fogo, além de fraude processual, pela indicação da falsa testemunha. Estão livres da acusação de assassinato, porém, caberá à Justiça conceder a liberdade aos dois.

O delegado afirma que a investigação continua.

Leia Também:

Guardas municipais são acusados de espancar preso após confusão; assista!

Prefeitura de Branquinha afasta guardas municipais acusados de espancar preso após confusão

Guardas municipais suspeitos de espancar e matar jovem em Branquinha são presos pela PC

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações