Acusado de assassinar Guilherme Brandão vai a julgamento

Arquivo/Alagoas 24 Horas

Marcelo Carnaúba, acusado de assassinar o empresário Guilherme Brandão

Está marcado para o dia 13 de junho deste ano o júri popular do ex-gerente da casa de shows Maikai, Marcelo Carnaúba, preso pela morte do empresário e dono do estabelecimento, Guilherme Brandão, crime ocorrido no dia 26 de fevereiro de 2014, dentro da casa de shows. O julgamento terá início às 8h, na 9ª Vara Criminal da Capital.

O crime teve grande repercussão no Estado, sobretudo, por causa das reviravoltas.  Inicialmente havia uma suspeita de latrocínio. A primeira versão era que dois assaltantes teriam entrado no escritório e executado Guilherme Brandão para roubar R$ 2 mil. No entanto, dois dias depois, Marcelo – que era gerente financeiro da empresa –  confessou a autoria e foi preso pela Delegacia de Homicídios.

Constam nos depoimentos, que Marcelo comprou a arma no bairro do Tabuleiro do Martins e matou o próprio amigo durante uma discussão. O motivo do desentendimento foi a descoberta de um desfalque na empresa, por parte de Marcelo.

Em 2015 a defesa de Marcelo tentou conseguir a revogação da prisão de Marcelo, mas o pedido foi negado pelo juiz Geraldo Amorim.

Leia Mais: ‘Sempre desconfiei desse rapaz’, diz pai de Guilherme Brandão sobre assassino do filho

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações