Após falhas no Fies 2019 candidatos têm até 12 de abril para concluir a inscrição

Estudantes continuam sem saber quando, de, fato poderão começar suas graduações

Agência Educa Mais Brasil

Inscrição do Fies 2019

Apesar de ter sido reformulado, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) continua apresentando problemas. Diante disso, o Ministério da Educação (MEC) prorrogou até 12 de abril o prazo para os estudantes selecionados concluírem inscrição no sistema. No mês passado, esse prazo já havia sido prorrogado até 11 de março.

Inicialmente, o edital previa o período entre 26 de fevereiro a 7 de março, para a fase de complementação da inscrição, que é quando os estudantes apresentam documentos mostrando que preenchem os requisitos para participar do programa. Entretanto, os estudantes que se candidataram para o financiamento se queixam de problemas com a DRI (Documento de Regularidade de Inscrição), que impacta diretamente nas matrículas da chamada regular e, consequentemente, gera atraso na lista de espera do programa.

A princípio, os candidatos relataram que o Ministério da Educação (MEC) apenas se pronunciava dizendo que a sua equipe de Tecnologia da Informação estava analisando o problema. O MEC também diz não reconhecer o erro na chamada da lista de espera e que a mesma está rodando normalmente. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) informou que foi identificado um problema sistêmico e em nota divulgada nesta segunda-feira (01) informou que casos de erros ou problemas no sistema podem levar o MEC ou os bancos operadores do programa a prorrogarem o prazo de conclusão da inscrição até 30 de junho.

Sem financiamento

José Jonatas, de 18 anos, está em busca de realizar o sonho da primeira graduação. Desde quando pegou a DRI para realizar o aditamento, foi ao banco quase todos os dias, sem êxito. “Meu dados nunca são encontrados”, contou decepcionado. Na última semana, o estudante recebeu uma mensagem informando que precisaria imprimir um novo documento e levar novamente ao banco. “Estou conseguindo assistir as aulas, porque a faculdade permitiu. Já estamos entrando em semana de prova, quero resolver logo isso para não continuar sendo prejudicado”, contou o estudante de Odontologia.

A situação de Patrícia Fernandes, de 27 anos e também estudante de Odontologia, é um pouco diferente da de Jonatas, mas não menos angustiante. Patrícia está na lista de espera do Fies e se encontra diante de vários obstáculos. Além de precisar esperar que o problema dos estudantes pré-selecionados na chamada regular seja solucionado, ela também contou que a lista só iniciou de fato no dia 23 de março, sendo que no cronograma o prazo inicial era o dia 27 de fevereiro.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações