PC prende funcionário de vereador acusado de ser estuprador em série

Ascom/PC-AL

Polícia Civil de Alagoas

Uma investigação que se iniciou em 2015 levou à prisão, nesta segunda-feira (15), um servidor comissionado da Câmara de Vereadores de Maceió. Segundo a Polícia Civil de Alagoas, Benício Vieira de Lima, de 41 anos é suspeito de atacar e estuprar 19 mulheres. Nove casos já foram confirmados pela polícia judiciária alagoana. O suspeito teve a prisão preventiva decretada pela justiça.

A operação que resultou na prisão do suspeito foi deflagrada nas primeiras horas da manhã de hoje. Segundo a PC, o agressor utilizava um veículo Sedan prata para abordar as vítimas, na região do Jacintinho e Feitosa e após convencê-las a entrar no carro, ameaçava matá-las com um revólver caso se rebelassem. Detalhe: os estupros aconteciam em uma residência que pertence ao vereador, no bairro da Gruta de Lourdes.

O acusado foi preso na sua residência, no bairro de Guaxuma, e não teria esboçado reação. Segundo o Portal da Transparência da Câmara, o suspeito é assessor parlamentar e recebe salário mensal de mais de R$ 6 mil.

Em entrevista à imprensa, a delegada Ana Luíza Nogueira informou que além do reconhecimento por parte das vítimas, a polícia também possui provas técnicas que comprometeriam o suspeito. Os estupros ocorriam com periodicidade mensal ou quinzenal e tinham como alvos preferenciais meninas entre 11 e 18 anos de idade. As abordagens se davam sempre no começo da noite.

Após a prisão, a polícia realiza a perícia em um quarto onde funciona o ‘gabinete’ de atendimento ao público do vereador. O advogado do edil declarou que a defesa aguarda a apuração dos fatos, mas que o suspeito possuía, aparentemente, boa conduta. Afirmou ainda que o vereador desconhecia que o local era usado fora do horário comercial.

Nota da Câmara

A Câmara Municipal de Maceió, assim como toda a sociedade alagoana, está indignada com o caso de violência sexual contra 19 menores praticado por um servidor comissionado deste Poder, preso na manhã desta segunda-feira.
Além de prestar total solidariedade às vítimas e suas famílias, o Legislativo municipal expressa seu repúdio a qualquer tipo de crime, sobretudo aquele que têm como alvo a inocência de crianças, como no caso, que tinham entre 11 e 18 anos.
A Mesa Diretora da Casa apoia o posicionamento do vereador Chico filho e já determinou a imediata exoneração do servidor lotado no Gabinete do referido parlamentar, além da abertura de inquérito administrativo para investigar o uso indevido de possível veículo pertencente a este Poder.
A Câmara presta ainda total apoio às autoridades policiais e se coloca à disposição para qualquer esclarecimento.

Veja Mais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações