Polícia


Três são mortos e dois escapam de atentado em Maceió

Uma criança de dez anos está entre os feridos à bala.

Ainda ocupando o primeiro lugar na lista das capitais onde mais se mata no Brasil, Maceió registrou outro plantão policial com casos de violência contra a vida. Desta vez, três pessoas foram assassinadas e outras duas ficaram feridas. Entre os feridos está uma criança de apenas dez anos, atingida por uma bala perdida.

O primeiro caso foi registrado no fim da tarde desta sexta-feira, dia 22, quando um jovem de 19 anos que trafegava pela Rua Carlos Ferreira Lima, no bairro do Jacintinho, foi baleado. Aldesson Costa dos Santos foi atingido por cinco tiros na cabeça, um no tórax e outro no braço direito. Ele morreu antes de receber socorros médicos. Durante os disparos, um dos projéteis atingiu a perna direita de uma criança de apenas dez anos de idade que foi socorrida por familiares para o Hospital Geral do Estado (HGE). O caso foi relatado ainda ontem pelo Alagaos24horas.

Horas depois, na Rua Waldemar Pedro da Silva, no bairro do Clima Bom, Edmilson Santos da Silva, de 46 anos, foi atingido por quatro disparos de arma de fogo na cabeça e tórax. Edmilson estava em liberdade condicional e era monitorado por tornozeleira eletrônica. Apesar de o crime ter sido praticado em via pública, populares não souberam repassar informações sobre a autoria do crime.

Ainda na noite de ontem (22), Florisvaldo Peixoto Silva Lima, de 32 anos, foi executado com 16 tiros. Cinco deflagrados contra a cabeça, dois no tórax e nove nos membros superiores. O crime ocorreu na esquina com a Rua Tiradentes, na Ponta Grossa. Também neste caso a polícia não tem pistas dos assassinos.

Em todos os crimes mencionados, agentes da Delegacia de Homicídios, peritos do Instituto de Criminalística (IC) e funcionários de Instituto Médico Legal (IML) forma acionados para procedimentos cabíveis.

Já na madrugada deste sábado (23), José Luís Batista dos Santos, de 46 anos, foi baleado nas costas e na coxa esquerda. Três disparos atingiram José que foi socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o HGE.

Um sobrinho da vítima, identificado como Diogo Inácio da Silva, de 20 anos, é apontado como o autor dos disparos. O atentado ocorreu na principal avenida do bairro Santa Lúcia.

Até a publicação desta matéria não há confirmação da prisão de suspeitos, bem como, não há informações oficiais sobre o estado de saúde das vítimas de atentado.

IML

Ainda deram entrada no IML de Maceió, Domingos Monteiro dos Santos, de 32 anos, morto a tiros no bairro do Centro, na cidade de Coruripe; e José Aniel da Silva, de 20 anos, também morto a tiros em via pública, no município de Atalaia.

De acordo com a Perícia Oficial de Alagoas (Poal) não há registro da entrada de corpos no IML de Arapiraca durante o último plantão.

Atualizada às 10h20


Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>