Polícia


‘Salário dos militares de AL está entre os 8 piores do País’, diz Assomal

“Um absurdo”. É isso que o presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (Assomal), major PM Wellington Fragoso considera em se tratando do salário dos policiais militares de Alagoas, que configura entre os oito piores do País.

Este fato foi constatado recentemente pela diretoria da Assomal por intermédio do site http://www.salariospm.xpg.com.br/ que enumera os salários dos militares de todo País, como também os valores de acordo com cada posto.

De acordo com o major PM Wellington Fragoso, esta falta de política salarial e de investimento, principalmente em pessoal por parte do Governo do Estado tem contribuído para o aumento da violência. “Estamos atingindo os piores índices de violência, devido à falta de política salarial. Não investir em segurança pública com a contratação de novos policiais, como também valorizar os que já fazem parte da tropa reflete de forma maciça nos índices de violência em Alagoas que estão alarmantes”, desabafou Fragoso.

Ele disse ainda que a Polícia Militar de Alagoas há alguns anos tinha um salário que se posicionava entre o 4º e 8º melhor salário do Brasil, mas que atualmente é o oitavo pior. “É uma pena que o salário dos militares de Alagoas esteja entre os piores do País. Precisamos reivindicar melhoria salarial e valorização profissional e este é o momento para lutarmos em prol da categoria”.

Em meados de junho do ano passado, a Assomal e outras entidades militares elaboraram um documento e entregaram ao Governo, através da Secretaria de Estado da Gestão Pública (Segesp), solicitando a correção do quinquênio, o pagamento das datas-base e o 7% de resíduo baseado na Lei 6.824, porém até agora nenhum documento foi apresentado pelo governador.

Nesta quarta-feira (1º) de fevereiro, a partir das 15h, será realizada na sede da Associação dos Reservas e Praças Militares de Alagoas (Arpmal), a Assembleia Geral e o presidente da Assomal convida todos os militares para participarem deste momento, onde será debatida a correção dos quinquênios, correção das datas-base, mais os 7% de acordo com a Lei 6.824, escalas de serviço de 12/48 e 24/72, além da luta por melhores condições de trabalho para o bombeiro militar.

Salário inicial dos soldados de 1ª classe de todo País por ordem de valor decrescente:

1º – Brasília – 4.269,56
2º – Sergipe – 3.306,96
3º – Goiás – 2.989,85
4º – Tocantins – 2.850,00
5º – Mato Grosso – 2.739,33
6º – Santa Catarina – 2.577,99
7º – Bahia – 2.557,37
8º – Mato Grosso do Sul – 2.453,09
9º – Paraná – 2.438,39
10º – Minas Gerais – 2.245,91
11º – Rio Grande do Norte – 2.200,00
12º – Espírito Santo – 2.196,66
13º – Pernambuco – 2.100,00
14º – Maranhão – 2.037,39
15º – Amazonas – 2.028,00
16º – São Paulo – 2.015,40
17º – Rondônia – 1.965,13
18º – Amapá – 1.871,83
19º – Alagoas – 1.818,56
20º – Acre – 1.811,77
21º – Ceará – 1.606,01
22º – Paraíba – 1.534, 26
23º – Pará – 1.286,50
24º – Rio de Janeiro – 1.137,49
25º – Roraima – 1.122,38
26º – Piauí– 1.127,20
27º – Rio Grande do Sul – 966,20

Fonte: Ascom Assomal

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>