TSE pede ajuda ao Ministério da Justiça para conter e-mail falso

BRASÍLIA – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Carlos Velloso, solicitou ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, que o Departamento de Policia Federal atue na identificação da origem da falsa mensagem eletrônica que vem sendo encaminhada a eleitores de todo o Brasil, veiculando o cancelamento provisório do título eleitoral do destinatário e solicitando a atualização dos dados cadastrais.

Em comunicado publicado ontem nos principais jornais do país, o Tribunal Superior Eleitoral alerta que estão circulando e-mails em nome do Tribunal comunicando o cancelamento de títulos eleitorais e solicitando a atualização de dados cadastrais para a Justiça Eleitoral.

O TSE informa que não envia e-mail a eleitores, nem autoriza nenhuma outra instituição ou parceiro a fazê-lo em seu nome, e que mensagens desta natureza devem ser apagadas, pois podem conter vírus de computador.

O e-mail, que vem sendo enviado indevidamente em nome da Justiça Eleitoral, informa que o título eleitoral foi cancelado por irregularidade no Cadastro de Pessoa Física (CPF) e pede que o destinatário abra um link para saber mais detalhes sobre as irregularidades. Ao clicar no link, o eleitor abre as portas do computador para a entrada de vírus.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações