CPI faz levantamento de provas contra 18 parlamentares

O relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Correios, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), informou, em entrevista nesta segunda-feira (8), que estão sendo levantadas as provas existentes contra cada um dos 18 parlamentares citados como envolvidos em corrupção para que esses documentos sejam encaminhados ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Ele esclareceu que não se trata necessariamente de processos de cassação e que há várias possibilidades de punição, além da perda de mandato. A análise das provas e o julgamento das punições ficarão a cargo do Conselho de Ética.

Serraglio contou ainda que ao longo desta semana deverá compilar as provas relacionadas à suposta existência do mensalão e enviar esses documentos para a outra comissão parlamentar de inquérito destinada a analisar especificamente esse assunto. Depois disso, a CPI da qual Serraglio é relator deverá ater-se às investigações sobre corrupção na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Ética
O relator também destacou que "historicamente nunca se ouviu falar de tantos parlamentares envolvidos em uma mesma denúncia" e que, portanto, não sabe que procedimentos o conselho adotará.

– A depuração é necessária. É o que a população espera – disse.

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), sub-relator da comissão, adiantou que passará a semana examinando as provas que existem contra cada parlamentar envolvido nas denúncias de recebimento do mensalão. Não quis dar nomes, mas afirmou que a CPI tem "provas robustas" contra alguns parlamentares, que podem vir a ser cassados.

Sampaio vai sugerir que os presidentes de todos os partidos apresentem ao Conselho de Ética da Câmara representações contra os parlamentares em relação aos quais haja provas consistentes. O deputado considera que assim haverá menos chances de renúncias (que interrompem processos de cassação) ou de demora no encaminhamento dos processos pela Mesa Diretora da Câmara.

Fonte: Agência Senado

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações