Ciclistas protestam em Maceió após mortes por atropelamentos

CicloMobilidade230318_Atropelamento

O ano de 2018 começou trágico para quem usa a bicicleta como meio de transporte em Alagoas. Pelo menos três atropelamentos foram registrados em vias urbanas de Maceió somente no mês de março, dois deles com mortes de ciclistas. E pelo menos mais um ciclista e um pedestre morreram atropelados em rodovias metropolitanas, de fevereiro para cá.

Em protesto, ciclistas urbanos realizam na próxima terça-feira (3), às 18h, um ato na ciclofaixa da Avenida Juca Sampaio. Organizado pelo coletivo Ciclomobi, em parceria com outros grupos de ciclistas, o protesto pretende formar um cordão humano no local. “É uma forma simbólica de proteger os ciclistas e chamar a atenção para as constantes e criminosas invasões e motoristas e motociclistas nas ciclofaixas e ciclovias de Maceió. Convidamos todo mundo a participar”, diz Juliana Agra, membro do coletivo.

A concentração do ato será às 18h, no posto de combustíveis próximo ao cruzamento da Juca Sampaio com a Menino Marcelo, ponto em que são registradas mais invasões de motoristas na ciclofaixa.

Oficina de mecânica para mulheres

E como forma de incentivar o uso da bicicleta entre mulheres em Maceió, o Ciclomobi realiza, no dia 8 de abril (domingo), a Oficina das Minas, ensinando mecânica de bicicleta para mulheres. O evento é aberto ao público e começa às 9h, na Praça Centenário.

A proposta da oficina é fazer as mulheres conhecerem suas bicicletas, entenderem como ela funciona, conhecerem algumas ferramentas e aprenderem a consertar pequenos problemas mecânicos, como um pneu furado.

Fonte: CicloMobilidade

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *