Pescadores denunciam nova mortandade de peixes em Marechal Deodoro

Reprodução

Pescadores registraram nova mortandade de peixes no Rio Sumaúma, no bairro Taperaguá, em Marechal Deodoro, distante 30 quilômetros de Maceió.

De acordo com informações de populares, nos últimos três dias, uma quantidade grande de peixes estão sendo encontrados mortos no Rio Sumaúma.

O presidente da Colônica de Pescadores Z-06, Jailson Silva, confirmou o fenômeno e informou que aguarda as equipes do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e Secretaria Municipal do Meio Ambiente para realizar a coleta da água com o intuito de buscar respostas para o caso.

Desde o início do ano, peixes, de diversas espécies, e animais marinhos surgem mortos em rios e lagoas que cortam a cidade de Marechal Deodoro. Em junho, técnicos ambientais iniciaram os estudos sobre a mortandade de peixes na região. Na oportunidade, eles realizaram a medição de Oxigênio, Salinidade, Saturação de Oxigênio, Temperatura e Sólidos Totais Dissolvidos.

Além disso, foram feitas coletas de amostras em quatro pontos mais críticos: no início e no meio do canal, Laguna e rio Sumaúma. Durante os estudos, um dos aspectos que chamou a atenção foi o nível de Oxigênio Dissolvido (OD) muito baixo em alguns pontos, chegando a oscilar entre 0.2 e 0.3, quando o índice ideal é a partir de 5mg/l.

 

Leia também: Milhares de peixes são encontrados mortos às margens da Lagoa Manguaba; assista!

Peixes e cavalos-marinhos são encontrados mortos na Barra Nova

Milhares de peixes surgem mortos às margens da Lagoa Manguaba

Órgãos ambientais realizam análise sobre mortandade de peixes em Marechal Deodoro

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *