Para Ufal, com carinho

Assim como fiz com Pedro, fiz com João, os levei, para efetuar a matrícula na UFAL. Não sou assim tão boazinha, levei de carro nesse dia, mas no caminho já fui dizendo que o futuro não será de moleza, terá estudo, noite em claro e pouquíssima proteção, num quase ritual de passagem para a vida adulta.

No fundo, acho que os levo mais para rever a UFAL, que por eles…

As minhas lembranças de universidade são, na quase totalidade, boas, o que me faz pensar que quem desqualifica a universidade pública, por algum motivo, não deve ter sido aluno de nenhuma delas.

Estudo para mim tem significado especial, portanto, por toda a vida escolar dos meninos eu fui avisando que o terceiro ciclo só iria ser cumprido numa universidade pública federal, e que para tanto, cuidassem de ter dedicação ao aprendizado para serem aprovados na UFAL.

A nossa UFAL tem um monte de problemas, e me pareceu que continuam todos lá, banheiro interditado, ninguém para dar uma informação, uma localização péssima porque é longe de tudo e ninguém muito preocupado no seu sucesso.

Além disso, como tem uma comunidade de mais de 30 mil pessoas, entre professores, alunos, demais funcionários e prestadores, número maior que população da maioria dos nossos municípios, tem gente de todo tipo e por isso fui dizendo:

“Cuidado, fique esperto, lá tem roubo, droga, tem os riscos da proximidade do presídio, tem banco que sofre assalto… mas é lá que tá sua chance de ter um futuro um pouco melhor. Gente como a gente, que tem que se valer de trabalho honesto para se manter, precisa estudar… estude, estude muito e um dia você entenderá que esses problemas o ajudaram a ser melhor”.

A vida é uma antes da UFAL e outra depois da UFAL.

Desde a matrícula ela começa a preparar para a realidade, os documentos devem estar todos completos, não tem conversa de levar nada depois, nenhuma recepção de boas vindas, uma fila no calor, em pé e sem conforto, e assim de pouquinho, nossos meninos vão tomando consciência do mundo que os aguarda.

Vão comer mal o que tiver disponível (até o brigadeiro é ruim), enfrentar longos percursos de ônibus, sofrer com a falta de compromisso de alguns professores, vão passar por greves, corte de recursos, e mais um monte de obstáculos, e talvez por isso muito gente que entra não consegue concluir, mas quem consegue há de reconhecer o valor dessa conquista como sendo de fundamental importância para si e para o País.

O conhecimento é um valor inestimável e lá tem uma boa fonte dele.

Sempre que vejo alguém falando mal da UFAL fico tentando imaginar qual o propósito, eu considero que fui bem formada, que Pedro foi bem formado e não duvido que João será, talvez a diferença entre a gente e quem não gosta dela, tenha sido a forma de olhar para as dificuldades.

Eu considero que cada “pedra no caminho” que conseguimos transpor, ajudou a formar um alicerce que melhorou a compreensão sobre a realidade, qualificou para o trabalho, ajudou a “endurecer” o couro para o mercado, esse sim, uma selva.

Gratidão UFAL, pelo que vem fazendo por gente como nós, que não sendo ricos, se valeu dela pra ter os passos fortalecidos para essa caminhada que chamamos de vida.

PS – Meu coração quase parou de emoção quando vi o comprovante de pré matrícula na mão dele, tomara ter saúde para não morrer no dia que ele se formar rsrsrs.

Veja Mais

Passo o ponto

Nas minhas caminhadas, observo as placas de “passo o ponto”, que podem significar “passo meu projeto de vida” ou “o...

4 Comentários

  • Valmir says:

    Obrigado pelo carinho com a UFAL.

  • Katia Betina says:

    Somos todos UFAL.

  • maria says:

    Maria , Maria

    Belo texto de Gratidão !! Tenho uma filha cursando a UFAL , não só ela com eu Mãe, nos sentimos agradecidas. Com todos os bons princípios que plantei em minha filha sei que sairá uma profissional de garra e caráter. Gratidão a UFAL !!! Ainda Reiterando que o IFAL – , tem grande participão nos que chegam até a UFAL. Gratidão Ufal e IFAL.

    • Katia Betina says:

      É muito bom saber que há mais gente que acredita no valor que a UFAL tem, um abraço carinhoso pra vc, Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *