Empresário é preso por não pagar pensão alimentícia em Alagoas

Sujeito tinha mandado de prisão expedido desde 2019 pela Justiça de São José do Rio Preto (SP)

Sede da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios (Arquivo: Ascom-PC)

A Polícia Civil de Alagoas prendeu nesta terça-feira, 04, um empresário, dono de um mercadinho, em Palmeira dos Índios, no Agreste do estado, pelo não pagamento de pensão alimentícia. Ele possuía mandado de prisão expedido desde 2019 pela Justiça de São José do Rio Preto (SP).

Segundo informações, o homem de 38 anos é dono de um estabelecimento no bairro São Francisco, onde ele foi localizado e preso.

De acordo com os policiais, durante investigação foi constatado que havia um mandado de prisão contra ele, expedido pelo Juiz de Direito Túlio Marcos Faustino Dias Brandão, da 2ª Vara de Família e Sucessões da cidade de São José do Rio Preto. “Através de investigações tivemos conhecimento que esse indivíduo possuía um mercadinho no bairro São Francisco. Pegamos a foto dele no sistema e passamos pelo mercadinho onde ele estava”, disse  Diogo Martins, chefe de Operações do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Igaci.

O homem foi encaminhado para à Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, onde está preso à disposição da Justiça. O valor da dívida não foi divulgado.

Participaram da ação, policiais civis da 5ª DRP de Palmeira dos Índios, 4ª DRP de Arapiraca, Policiais do GPJ3, sob o comando dos delegados Thomaz Acioly, Guilherme Iusten, além policiais militares do 10º BPM.

Veja Mais

1 comentário

  • Fernando Silva de melo says:

    Um bandido mata não vai preso um cidadão por quê não pagou à pensão vai preso os políticos rouba e não vai preso isso é um país chamando Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *