Valéria Correia denuncia fake news contra esquerda em outdoors

Candidata à Prefeitura de Maceió protocolou ação no T.R.E pedindo apuração

Candidata à Prefeitura de Maceió protocolou ação no T.R.E pedindo apuração

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas recebeu uma denúncia de fake news contra à esquerda, no estado. O ato criminoso foi cometido por movimentos de extrema direita, responsáveis pela veiculação de vários outdoors, da empresa Lux, na última quarta-feira (14). A ação foi movida pela candidata à prefeitura de Maceió, Valéria Correia, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

“É um absurdo um ato como esse, em plena campanha eleitoral. São mentiras implantadas contra aqueles que se põe ao autoritarismo e ações insensatas. Os ataques da direita aconteceram, ainda, quando eu era reitora da Ufal. Se opunham à educação, ofendiam professores e tentavam desmerecer a ciência. Condutas como essas são inaceitáveis. Meu compromisso sempre foi com a verdade. Por isso, tinha obrigação de denunciar”, esclarece.

Os anúncios estão espalhados nas principais vias da cidade, com informações falsas e de difamação contra a Esquerda: grupo de pessoas que diverge das ações governistas autoritárias. Entre as falsas mensagens dos anúncios há frases como “Não vote em quem defende drogas” e “Não vote em quem ameaça seus filhos”

Os advogados do Partido fundamentaram o pedido com base na legislação vigente, evidenciando que vários aspectos legais foram desrespeitados, no ato da veiculação.

“A referida opinião política espalhada pelo Município de Maceió, configura várias modalidades de delitos penais, crimes eleitorais e cíveis, cujo objetivo é espalhar a sensação de insegurança e medo ao eleitor, visando, ainda, artificialmente afetar os estados mentais, emocionais e psicológicos nos eleitores a fim de influenciar as pessoas, na opinião pública, embasado de forma crítica estados mentais, emocionais e psicológicos para influenciar e embaraçar a forma de critica as candidaturas dos candidatos de política de esquerda no Município de Maceió”, esclarece a citação da notícia de irregularidade em propaganda eleitoral.

Diante da evidente campanha de disseminação de ódio cometido por meio de campanha de difamação, calunia e injuria, assinada por movimentos políticos soltos, incertos e sem identificação clara, Valéria Correia aguarda a identificação dos responsáveis e a aplicação das penalidades previstas.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *