Para orientar pais e responsáveis, Procon/AL realiza pesquisa de materiais escolares mais procurados

A lista com 130 itens entre os mais comuns e complementares exigidos pelas escolas.

Por conta da volta às aulas, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon/AL disponibilizou nesta terça-feira (12), uma pesquisa com alguns dos materiais escolares mais procurados durante esse período.

Entre os 130 itens estão materiais como caderno, borracha, caneta, resma, corretivo, entre outros. A perspectiva do instituto é direcionar o consumidor alagoano para encontrar os melhores preços para evitar problemas futuros.

Ilustração

Segundo o diretor-presidente, Daniel Sampaio, a lista irá ajudar os pais a encontrarem o melhor preço dentre as exigências estabelecidas durante o cenário de pandemia.

“Os preços são variados para direcionar os responsáveis que se preocupam com a educação das crianças em um cenário de pandemia, queremos orientar sobre os itens permitidos, os que realmente serão utilizados mesmo em aulas remotas evitando assim gastos desnecessários e em casos de abusos estamos a inteira disposição do consumidor alagoano”, alertou.

O QUE PODE SER EXIGIDO

Com os protocolos sanitários estabelecidos, a tendência é que as aulas continuem de modo remoto. As instituições não podem solicitar materiais de uso coletivo, apenas de utilidade individual de cada aluno para realização das atividades a distância sob orientação dos professores.

A lista completa com os itens está disponível no site do instituto: http://www.procon.al.gov.br/pesquisas-de-precos/2021

As reclamações e denúncias sobre esse e outros problemas podem ser formalizadas por meio de ligações ao telefone 151 e por mensagens no WhatsApp: (82) 98876-8297. O atendimento presencial acontece na sede do instituto na Rua do Livramento, no Centro de Maceió ou por agendamento no site: procon.al.gov.br.

Fonte: Ascom Procon Alagoas

Veja Mais

Deixe um comentário