Motorista que arrastou cachorro em Arapiraca afirma que ele já estava morto

Carro arrasta cão em Arapiraca

Depois da repercussão do caso do cachorro que foi visto sendo arrastado por um veículo de passeio, na cidade de Arapiraca, o motorista deste procurou a imprensa para esclarecer o fato. O homem, de 67 anos, disse que tudo não passou de um engano e foi fruto da sua falta de informação.

Em um áudio enviado ao portal Já é Notícia, o homem conta que encontrou o cão morto no seu terreno e não sabia o que fazer. “Ele estava morto já. Duro, fedendo, já com mau cheiro ficando forte. Aí eu procurei alguém lá, não vi ninguém”, disse. O proprietário do terreno conta que ainda pensou em enterrá-lo ali mesmo, mas precisaria de ferramentas e de ajuda. “A terra é muito dura. Precisava de um buraco muito grande porque o cachorro era muito grande, mas não tinha ferramenta no momento. Aí eu pensei em botar areia em cima dele, mas daí pensei que se eu botasse e chovesse de noite a água iria arrastar a areia e ficaria na mesma situação”, continua.

Ele disse que a principal preocupação era o mau cheiro que acabaria incomodando vizinhos. “Peguei ele, amarrei as duas pernas da frente, enganchei ele no estepe do carro e arrastei devagarzinho e deixei lá em baixo, onde o povo joga lixo, joga cachorro morto”, relatou.

O homem garante que não sabia se tratar de um crime tão grave e tampouco esperava a repercussão nas redes sociais.

O caso está sendo apurado pelo delegado Leonan Pinheiro, que investiga crimes de maus-tratos contra animais no Estado. Mais cedo o delegado afirmou que já havia identificado o proprietário do carro e que estaria tomando as providências na tentativa de colher seu depoimento.

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *