Libertadores: Palmeiras perde por 2 a 0 para o River Plate, mas vai à final da Libertadores; VAR é protagonista

Conmebol

Foi com muito sofrimento, mas o Palmeiras está final da Conmebol Libertadores! Nesta terça-feira, o Verdão foi completamente dominado e perdeu por 2 a 0 o River Plate, no Allianz Parque, pela volta da semifinal, mas se classificou com 3 a 2 no placar agregado.

Com isso, o Verdão volta à decisão continental após 21 anos, depois de alcançar a final em 2000.

O time de Abel Ferreira agora aguarda quem passar de Santos x Boca Juniors, nesta quarta-feira, para saber quem será seu adversário.

Em campo, o Palmeiras começou como em Buenos Aires: marcando forte atrás e partindo nos contra-ataques.

Nessa estratégia, o Verdão quase abriu o placar aos 9: Gabriel Menino enfiou ótima bola para Rony, que saiu cara-a-cara com Armani. O atacante tentou driblar o arqueiro, mas acabou desarmado.

O River passou a empurrar cada vez mais, e o Alviverde errava muito, permitindo vários lances de perigo aos argentinos.

Aos 28, Paulo Díaz roubou a bola de Scarpa na intermediária e soltou um balaço, para grande defesa de Weverton, que espalmou para escanteio.

Mas, na cobrança do corner, De La Cruz bateu com perfeição, Robert Rojas subiu no 3º andar e acertou uma cabeçada fortíssima para abrir o placar.

O Palmeiras sentiu o gol e seguiu errando muito. Ainda assim, em um contra-ataque, quase conseguiu empatar poucos minutos depois.

Aos 33, Rony invadiu a área pela direita e serviu Luiz Adriano. O atacante ajeitou para Zé Rafael chegar batendo por cima, com muito perigo.

Mas o River era bem melhor e chegava com facilidade à área palestrina. Aos 37, Angileri recebeu na esquerda e disparou cruzado, para boa defesa de Weverton.

Em seguida, outra péssima notícia para o Palestra: Gustavo Gómez sentiu dores e pediu para sair e Luan entrou em seu lugar.

Mas o zagueiro entrou frio, os Millonarios aproveitaram e chegaram ao 2º gol ainda antes do intervalo.

Aos 44, De La Cruz cruzou, Matías Suárez antecipou Luan e resvalou, e a bola encontrou Borré, que só completou de cabeça para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, Abel Ferreira voltou com Breno Lopes no lugar de Gustavo Scarpa, que errou muito no 1º tempo.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *