Menina de 12 anos morre de Covid-19 em Alagoas; ao todo já são 3.378 óbitos

Um menino de 12 anos, natural do município de Paulo Jacinto, é uma das vítimas da Covid-19 registradas no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta terça-feira (23/03), em Alagoas. Ao todo o estado já contabiliza 3.378 óbitos.

O documento confirma ainda outras 19 mortes e mais 540 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 148.422 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 3.933 estão em isolamento domiciliar. Outros 140.287 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 12.176 casos em investigação laboratorial.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 3.378 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 3.370 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.888 eram do sexo masculino e 1.482 do sexo feminino. Eram 1.518 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.852 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.

Óbitos

No boletim desta terça-feira (23/03), mais 20 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo 11 vítimas da capital alagoana e nove do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram seis homens de 46, 65, 75, 76, 79 e 93 anos e cinco mulheres, sendo uma de 49, duas de 64, uma de 66 e uma de 76 anos.

O homem de 46 anos tinha doença cardiovascular e morreu na Santa Casa de Maceió; o homem de 65 anos era diabético, cardiopata, hipertenso e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 75 anos era hipertenso, diabético e morreu no Hospital do Coração de Alagoas, em Maceió; o homem de 76 anos era hipertenso e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 79 anos tinha doença cardiovascular e morreu também no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 93 anos não tinha comorbidades e morreu em seu domicílio; a mulher de 49 anos era hipertensa, obesa, diabética e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a primeira de 64 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a segunda mulher de 64 anos era hipertensa, diabética e também morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a mulher de 66 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; e a mulher de 76 anos tinha doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital da Mulher (MH), em Maceió.

Em relação às nove vítimas que residiam no interior do Estado, eram quatro homens de 52, 55, 57 e 81 anos e cinco mulheres de 12, 44, 69, 72 e 83 anos. O homem de 54 anos, era de Marechal Deodoro, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 55 anos, era de Murici, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; o homem de 57 anos, morava em Água Branca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema; o homem de 81 anos, era de Palmeira dos Índios, tinha hipertensão e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; a adolescente de 12 anos, era de Paulo Jacinto, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a mulher de 44 anos, morava em Atalaia, tinha câncer de cólon ascendente e morreu no Hospital Universitário (HU), em Maceió; a mulher de 69 anos, era de Cacimbinhas, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios; a mulher de 72 anos, era de Murici, tinha hipertensão, diabetes e morreu no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares; e a mulher de 83 anos era de Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional de Arapiraca.

Leitos de Covid-19 do Estado

Dos 1.185 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 805 estavam ocupados até às 16 horas da segunda-feira (22/03), o que corresponde a 68% do total. Atualmente, 313 pacientes estão em leitos de UTI, 14 ocupando leitos intermediários e 478 em leitos de enfermaria. Para acompanhar a evolução da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, acesse http://www.alagoascontraocoronavirus.al.gov.br/

Relação das mortes por Covid-19 (Registradas nas últimas 24 horas):*

3.359-23/03 Homem, 46 anos, – Maceió (AL)
3.360-23/03 Homem, 65 anos, – Maceió (AL)
3.361-23/03 Homem, 75 anos, – Maceió (AL)
3.362-23/03 Homem, 76 anos, – Maceió (AL)
3.363-23/03 Homem, 79 anos, – Maceió (AL)
3.364-23/03 Homem, 93 anos, – Maceió (AL)
3.365-23/03 Mulher, 49 anos, – Maceió (AL)
3.366-23/03 Mulher, 64 anos, – Maceió (AL)
3.367-23/03 Mulher, 64 anos, – Maceió (AL)
3.368-23/03 Mulher, 66 anos, – Maceió (AL)
3.369-23/03 Mulher, 76 anos, – Maceió (AL)
3.370-23/03 Homem, 54 anos, – Marechal Deodoro (AL)
3.371-23/03 Homem, 55 anos, – Murici (AL)
3.372-23/03 Homem, 57 anos, – Água Branca (AL)
3.373-23/03 Homem, 81 anos, – Palmeira dos Índios (AL)
3.374-23/03 Mulher, 12 anos, – Paulo Jacinto (AL)
3.375-23/03 Mulher, 44 anos, – Atalaia (AL)
3.376-23/03 Mulher, 69 anos, – Cacimbinhas (AL)
3.377-23/03 Mulher, 72 anos, – Murici (AL)
3.378-23/03 Mulher, 83 anos, – Arapiraca (AL)

*As datas acima se referem à inclusão dos óbitos confirmados no Boletim Epidemiológico do Cievs.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos