Moradores da Ponta Verde denunciam que casas desocupadas se tornaram focos de dengue

Cortesia

Imóvel com foco de dengue

Com as atenções voltadas para o combate à Covid-19 no país, muita gente está esquecendo de se prevenir contra a dengue, uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus que, no Brasil, é transmitido pela fêmea do mosquito Aedes aegypti.

Moradores de um condomínio, localizado na Rua Abdon Arroxelas, no bairro Ponta Verde, procuraram o Alagoas24Horas para denunciar que dois imóveis recém-incorporados por uma construtora estão se tornando foco do mosquito. Isso porque estão desocupados há um bom tempo e ainda estão com piscina descoberta, vasos de plantas e outros reservatórios de água sem cobertura.

Uma moradora que não quis se identificar, conta que a filha teve dengue recentemente e que ficou apavorada por causa da pandemia de Covid-19. Ela lembra que frequentar hospitais neste período é um problema. Ela disse ainda que fizeram uma varredura no prédio onde mora e não encontraram focos de mosquito. No entanto, ao se deparar com a situação das casas fechadas ficou preocupada. “Nós estamos tentando identificar quem são os responsáveis pela aquisição dos imóveis para pedir providências. Também tentamos fazer a denúncia através do número disponível no Disque Dengue da Prefeitura de Maceió, mas não conseguimos”.

Dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde apontam que de janeiro a 12 de junho deste ano foram registrados 129 casos de dengue e 156 casos suspeitos. Ainda segundo a SMS, este ano não houve nenhum caso de morte em decorrência da doença. Em todo o Estado foram registrados 336 casos, entre janeiro e maio deste ano, conforme dados divulgados pelo Ministério da Saúde. 

Na comparação com o mesmo período de 2020, os casos de doenças transmitidas pelo  Aedes aegypti reduziram em Alagoas: foram 904 casos. Para especialistas a subnotificação é um dos fatores para a redução, já que muita gente pode ter evitado ir a postos de saúde com receio da Covid-19. Além disso, durante a pandemia o tempo de permanência das pessoas em casa tem sido maior e isso representa maior cuidado com a limpeza dos ambientes.

Veja Mais

Deixe um comentário