Novo dono do Newcastle quer comprar gigantes em Inter de Milão, Olympique de Marselha e clube brasileiro, diz jornal

Al-Jazeera

O Newcastle não deve ser o único clube do príncipe Mohammed bin Salman. Segundo o jornal Libero Quotidiano, da Itália, o fundo de investimentos da Arábia Saudita quer mais três clubes.

Segundo a publicação, dois clubes já estão definidos. São eles a Inter de Milão e o Olympique de Marselha, gigantes de Itália e França, respectivamente. O terceiro seria uma equipe brasileira ainda não definida.

Não há uma previsão para que as negociações com as equipes e seus atuais donos se iniciem, até mesmo com o brasileiro a ser definido. O planejamento do fundo é para um projeto a longo prazo, com mais de uma equipe, como o grupo que comanda o Manchester City.

O caso mais simples parece ser o da Inter. O jornal AS já havia publicado que o fundo já se encontrou com o clube italiano e o preço foi posto em cima da mesa para uma possibilidade de negócio: 1 bilhão de euros (R$ 6,4 bilhões).

O valor representa R$ 4,2 bilhões a mais do que o fundo árabe desembolsou na compra do Newcastle. Os Magpies foram adquiridos por 300 milhões de euros, cerca de R$ 2,2 bilhões.

Atualmente, a Inter pertence à família Zhang. Em 2018, Steven Zhang assumiu o comando e, com 26 anos, se tornou o presidente mais jovem da história de um clube.

No entanto, nos últimos meses, dificuldades financeiras atrapalharam o gerenciamento chinês, e a Inter se viu obrigada a se desfazer de suas principais peças, como Romelu Lukaku, que rumou ao Chelsea, e Hakimi, que deixou a Itália para jogar no Paris Saint-Germain.

Assim, a possibilidade de ser comprada pelo bilionário árabe surgiu como uma solução para a Inter de Milão solucionar os problemas financeiros encontrados e voltar a figurar na ponta do cenário europeu.

Fonte: ESPN

Veja Mais

Deixe um comentário