Noivo de Gabby Petito foi ‘comido por crocodilos’ após cometer suicídio, diz site

Segundo o tabloide 'Mirror', Brian Laundrie teria atirado contra si mesmo no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, na Flórida, em 20 de outubro

Brian Laudrie e Gabby Petito eram noivos e morreram neste ano (Foto: Reprodução / Instagram)

Brian Laundrie, noivo de Gabby Petito, teve o corpo parcialmente comido por crocodilos após cometer suicídio com um tiro contra si mesmo. O corpo do jovem foi descoberto Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, na Flórida, em 20 de outubro.

Aos 23 anos de idade, Brian desapareceu após retornar sozinho de uma viagem que tinha feito com Gabby. O FBI lançou as buscas por Laundrie, que foi apontado como a principal suspeito da morte da influencer em setembro.

Uma mochila e um bloco de notas pertencentes a Laundrie foram encontrados perto de seu corpo e, embora o cadáver tenha sido comido por crocodilos e porcos selvagens, um exame de registros dentários provou conclusivamente que era ele, relatou o Daily Star.

O advogado da família Laundrie, Steve Bertolino, disse em um comunicado ao E! Notícias: “Chris e Roberta Laundrie foram informados de que a causa da morte foi um ferimento à bala na cabeça e a forma de morte foi o suicídio. Eles ainda estão de luto pela perda de seu filho e têm esperança de que essas descobertas tragam um desfecho para ambas as famílias”.

Entenda o caso
O corpo de Gabby Petito foi descoberto em 19 de setembro, em Wyoming, e Laundrie era considerado o único suspeito no caso. Um mandado de prisão foi emitido em 23 de setembro, quando ele usou o cartão da noiva após seu desaparecimento. Um legista considerou sua morte um homicídio por “estrangulamento manual”. Segundo o legista, ela estava morta há pelo menos três semanas até ser encontrada.

Petito e Laundrie estavam em uma viagem pelo país, relatando a experiência nas redes sociais, antes de ele voltar para a casa de seus pais em North Port, chegando em 1º de setembro sem a noiva, segundo a polícia.

Os pais de Laundrie se mantiveram discretos desde então, dizendo aos investigadores que o filho saiu para uma caminhada em 14 de setembro e nunca mais voltou, causando a busca pelo suspeito.

Fonte: Quem

Veja Mais

Deixe um comentário