Olhando para o passado no presente, para preservar a memória no futuro

Nova exposição no Café da Linda busca valorizar o patrimônio material e imaterial de Alagoas

Divulgação

Contando o patrimônio de Alagoas

O tradicional Café da Linda, localizado no Teatro Deodoro, vai receber a exposição “Contando o patrimônio de Alagoas – passado e presente”, do jovem Matheus Cavalcanti. Para a mostra, ele busca valorizar os patrimônios materiais e imateriais de Alagoas. A abertura da exposição está marcada para a próxima terça-feira, dia 24, às 19h. Ela segue em cartaz, com entrada franca, até 30 de junho.

Ele conta que o objetivo em expor é incentivar o interesse pela pesquisa, exaltar o valor da literatura e da poesia, motivando a sociedade a ter um olhar mais acolhedor para a cultura e a história alagoana. “Espero reunir o público dedicado à pesquisa e à história. Quero ver os jovens, as crianças, os artistas e os escritores indo prestigiar e se encantar com a riqueza do patrimônio cultural de nossa terra”, explica Cavalcanti.
“É sempre um prazer abrir uma nova exposição. Proporcionar espaço para os jovens artistas nos satisfaz bastante. O trabalho do Matheus é muito rico, porque dá visibilidade a patrimônios históricos de Alagoas. É o resgate do passado sendo retratado por uma mente jovem, o que nos deixa muito contentes, pois vemos nesses jovens a longevidade de nossa cultura”, destaca Sheila Maluf, diretora-presidente da Diteal.

Divulgação

Casa da Cultura Dr. José Maria de Melo, Viçosa-AL 2

A mostra, composta por fotografias e textos, é inspirada em outros trabalhos de sua autoria, a exemplo do “Contando Alagoas em Prosa e Versos” – obra literária cujo propósito é resgatar a  memória do patrimônio cultural de Alagoas e despertar a valorização e a preservação desses prédios históricos.

“A ideia da obra é contar e rememorar a história de um jeito diferente, em prosa e poesia. A primeira edição do projeto literário foi publicada em 2021, apresentando o patrimônio material. Logo se tornou coletivo, pois algumas informações históricas foram obtidas com certa dificuldade, por isso convidei autores alagoanos para contribuir – a primeira edição contou com a participação de seis colaboradores”, relembra Matheus.
Ainda segundo ele, o projeto não parou por aí. Cavalcanti decidiu produzir a segunda edição da obra, apresentando o patrimônio cultural imaterial, homenageando alguns mestres da cultura alagoana e propondo a reflexão sobre o compromisso da sociedade e das instituições públicas para valorizar e preservar a cultura.
Essas duas ideias foram o fio condutor para a criação da exposição. “Primeiro realizei um projeto virtual no YouTube, então convidei o amigo poeta cearense, chamado Murilo Barroso, para narrar e selecionei os patrimônios. Logo depois, decidi ir pessoalmente conversar com Alexandre Holanda, que abraçou com carinho o projeto. Ele generosamente me propôs o Café da Linda para expor”, conta o artista.

“Matheus Cavalcanti vem desenvolvendo um excelente trabalho literário em defesa do nosso patrimônio cultural e arquitetônico, essa exposição vem reforçar essa luta, e trazer mais acesso ao conhecimento, unindo imagem e palavra, uma grande satisfação para a Diteal, e certamente uma oportuna contribuição para comunidade”, exalta Alexandre Holanda, gerente artístico-cultural da Diteal.

Divulgação

Teatro 7 de Setembro

Serviço
O que: “Contando o patrimônio de Alagoas – passado e presente”, de Matheus Cavalcanti
Quando: Abertura na terça-feira, 24 de maio
Horário: Às 19h
Local: Café da Linda, localizado no Teatro Deodoro
Entrada franca

Veja Mais

Deixe um comentário