Aílton Graça fez procedimento com o próprio sangue para viver Mussum no cinema: entenda

Ator foi premiado com Kikito no festival de Gramado pelo protagonista em "Mussum o filmis'

rep/ instagram

Aílton Graça vive Mussum em filme

Quando Aílton Graça aparecer nas telonas como Antonio Carlos Bernardes, o Mussum, nem todos vão achá-lo a cara do querido comediante e sambista. Mas nos detalhes do olhar, das expressões faciais, no viço da pele, o personagem estará lá. remetendo á memória afetiva de muitas gerações. Graças ao trabalho do ator, claro, mas também da caracterização. que decidiu inovar e recorrer à harmonização facial.

“A gente nunca quis que ele fosse uma cópia do Mussum, mas que as pessoas olhassem e encontrassem o Mussum do qual se lembram, aquele que está nas nossas mentes. Mas, obviamente, precisávamos chegar muito perto, principalmente na fase de transição do personagem jovem para o mais maduro”, conta Mari Pin, supervisora de caraterização do longa.

Trabalhando há quatro anos em parceria com o cirurgião bucomaxilo e especialista em harmonização Fábio Barros, Mari descobriu que os procedimentos, que a maioria das pessoas faz em busca da juventide eterna, pode economizar tempo e dinheiro para o cinema e aindda melhorar a estética dos personagens.

“O maior objetivo disso é deixar a câmera do diretor o maior tempo possível aberta. Imagina ter que ficar retocando a maquiagem, interrompendo uma diária, fazendo tentativas de chegar ao melhor resultao se a gente pode encurtar esse caminho”, justifica.

Aílton Graça vive Mussum  em filme — Foto: rep/ instagram
Aílton Graça vive Mussum em filme — Foto: rep/ instagram

Mari demorou três dias para convencer Aíton a se submeter a umas agulhadas. O ator tinha medo de mudar sua expressão facial e o longa já estava sendo gravado. E, na realidade, ele precisava dar uma rejuvenescida por três dias.

“Ela me procurou porque precisava abrir o olhar do Aílton. Porque existem limitações com a maquiagem, então ela precisava de algum recurso para esse olhar ficar mais aberto, mais parecido com o do Mussum. Eu propus a toxina botulímica de maneira muito leve, muito suave, e sessões de ultrassom microfocado. O Aílton não queria ficar com os procedimentos por muito tempo, era só para o personagem, então a gente fez a injeção de plasma gel, colheu o sangue dele, colocou numa centrífuga e injetou a parte do plasma só para dar volumização em três dias”, explica Fábio, que já auxilou em outras produções de cinema e streaming. O filme, ganhador de seis Kikitos no festival de Gramado estreia no dia 2 de novembro.

Aílton Graça vive Mussum  em filme — Foto: rep/ instagram

Aílton Graça vive Mussum em filme — Foto: rep/ instagram
Aílton Graça vive Mussum  em filme — Foto: rep/ instagram
Aílton Graça vive Mussum em filme — Foto: rep/ instagram
Aílton Graça vive Mussum  em filme — Foto: rep/ instagram
Aílton Graça vive Mussum em filme — Foto: rep/ instagram

Veja Mais

Caso Naiara Azevedo: Ex-marido é indiciado

Naiara havia denunciado o ex por violência patrimonial, apropriação indébita, constrangimento ilegal, lesão corporal, ameaça e injúria. Polícia não divulgou por quais crimes Rafael foi indiciado.

Deixe um comentário

Vídeos