Câncer de mama atinge 480 mulheres em Alagoas

Como alerta para o Dia Mundial do Câncer, 4 de fevereiro, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) chama a atenção para o câncer de mama, o primeiro que mais acomete as mulheres. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa para 2015 é de que mais de 57 mil brasileiras adquiram a doença, sendo 480 dos novos casos registrados em Alagoas.

Ainda segundo a estimativa do Inca, a incidência do câncer entre os alagoanos, neste ano, aponta para mais de 4.350 casos novos da doença no Estado. O câncer de mama lidera entre as mulheres com 480 casos e o câncer de colo de útero registra uma estimativa de 310 casos, sendo o terceiro com maior incidência. Entre os homens, o câncer de próstata chega a 510 casos novos.

O oncologista da Gerência de Combate ao Câncer da Sesau, João Aderbal, informou que a prevenção do câncer foi a temática escolhida pela União Internacional de Combate ao Câncer (UICC) para desenvolver ações neste ano. “A meta é promover ações que reduzam as possíveis mortes por meio de medidas de promoção da saúde, prevenção e tratamento da doença”, esclareceu ele.

As neoplasias estão entre a segunda maior causa de morte no Brasil, acometendo, nos últimos anos, 15,7% da população. “Daqui a 20 anos, o Brasil será um país de idosos. Logo, a tendência é o número de casos de câncer aumentar”, alertou. Ele enfatizou que é imprescindível que a população adote as medidas preventivas, pois elas são efetivas para uma detecção precoce.

“O câncer de próstata é para o homem o que o câncer de mama é para a mulher”, pontuou João Aderbal. Logo, ambos devem fazer os exames necessários para que seja iniciado o tratamento. Assim fez a economista aposentada Cláudia Maria Reis, que há 20 anos descobriu que estava com câncer de mama ao perceber uma mudança no corpo.

“Sempre realizei exames preventivos, mas foi observando meu corpo que percebi um caroço na mama direita”, contou a economista, que passou por exames para diagnosticar o câncer, para então seguir com o tratamento. “O autoexame é muito importante. É a partir dele, da observação do corpo e do cuidado com a saúde que podemos garantir uma qualidade de vida”, acrescentou.

O sucesso da prevenção de câncer se baseia na detecção precoce (prevenção secundária) e na mudança de hábitos pessoais, segundo o oncologista João Aderbal. Para isso, é preciso uma dieta alimentar saudável, praticar exercícios físicos, realizar o autoexame das mamas e o exame Papanicolaou para as mulheres – além da imunização contra o HPV, e ainda fazer o autoexame dos testículos e avaliação da próstata para os homens.

Serviço – Em Alagoas, a população pode encontrar nas Unidades de Assistência de Alta Complexidade (Uncacon) e Centros de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) o serviço de diagnóstico e tratamento de câncer. Essas unidades estão localizadas no Santa Casa de Maceió, Hospital Universitário, Hospital Chama e Hospital Afra Barbosa, além do Hospital do Açúcar, especializado em atendimento e pdiátrico.

Fonte: Agência Alagoas

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações