MLST ocupa fazenda em União dos Palmares-AL

Aproximadamente 160 famílias de trabalhadores rurais sem-terra ligados ao Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST), ocuparam a Fazenda Alto do Cemitério, com área de cerca de 1.000 hectares, localizada em União dos Palmares-AL.

De acordo com o movimento, a propriedade possui indícios de improdutividade, e os trabalhadores exigem que o Incra efetue vistoria para o assentamento das famílias sem-terra da região, que já estão cansadas de viverem em condições subumanas nos barracos de lona há vários anos, sem que tenham seu sonho contemplado.

Ainda de acordo com a assessoria de comunicação do movimento, “essa ação da Regional do Vale do Mundaú visa pressionar o Incra para que acelere o processo de vistorias, aquisições e desapropriações de imóveis rurais na região palmarina”.

O MLST afirma que existe uma demanda de famílias excluídas do campo pela monocultura da cana-de-açúcar e pelo latifúndio improdutivo, agravando a situação de miséria, fome e exclusão social dos trabalhadores rurais na terra de Zumbi dos Palmares.

Fonte: Com assessoria

Veja Mais

Deixe um comentário