Atlético-PR mantém ascensão e afunda a Ponte

Em ascensão no Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR aumentou ainda mais a crise vivida pela Ponte Preta desde a saída do técnico Vadão. Nesta noite de quarta-feira, o clube de Curitiba derrotou os paulistas por 2 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e se aproximou do grupo que vai à Copa Sul-Americana. De quebra, a equipe rubro-negra impediu que o adversário se recuperasse na competição nacional.

"Temos que pensar em vencer os jogos e ver o que vai acontecer com os adversários. Se ganharmos mais três jogos seguidos, vamos subir e encostar. Quem sabe, brigar pela Libertadores e até pelo título", projetou o atacante Finazzi, autor do segundo gol.

Irritada com o péssimo momento da equipe no Brasileirão e com as constantes saídas de jogadores, a torcida da Ponte Preta protestou contra a diretoria neste quarta-feira.

Uma faixa estendida nas arquibancadas tinha os dizeres: "Chegou a nossa vez. Queremos o título. Contratação já!", em referência às negociações de Roger, Harison, Frontini e Kahê durante o Nacional.

A diretoria, porém, promete reforços. Na segunda-feira, o clube deve apresentar o zagueiro Preto, que estava afastado no arqui-rival Guarani e outros três jogadores.

"Temos tudo acertado com um zagueiro e um centroavante. Estamos esperando pelo final da primeira fase da Série B para anunciar mais outros dois", afirmou o vice-presidente Marco Antônio Eberlin. Leia mais
Com o resultado, o time de Campinas acumula sete jogos sem vencer (seis derrotas e um empate) e segue com 33 pontos, em nono lugar, mas podendo despencar ainda mais na classificação dependendo dos outros resultados da 22ª rodada. Esta foi a primeira partida depois da saída de Zetti, substituído interinamente pelo técnico Nenê Santana.

Já os paranaenses acumulam o segundo triunfo seguido e sobem para 28 pontos, em 15° lugar, se aproximando do grupo que vai à Copa Sul-Americana na próxima temporada. Na rodada anterior, os atuais vice-campeões nacionais golearam o São Paulo por 4 a 2, em Curitiba.

Além de voltar a sonhar com uma vaga em um torneio internacional, o Atlético-PR obtém apenas sua segunda vitória como visitante na competição. A primeira aconteceu no dia 17 de julho, quando derrotou o Atlético-MG por 3 a 2, em Belo Horizonte.

A Ponte Preta, por sua vez, acumula um jejum de resultados positivos. Depois de liderar o Nacional-05 por oito rodadas, o clube não conseguiu se acertar com a saída de Vadão e não vence desde 27 de julho, data na qual bateu o Santos por 1 a 0, na Vila Belmiro.

No último domingo, a equipe alvinegra foi goleada por 4 a 0 pelo Brasiliense, tropeço que fez o técnico Zetti colocar o cargo à disposição dois dias depois. A expectativa é de que Estevam Soares, antigo sonho da diretoria, se apresente até sexta-feira. Márcio Araújo, do Avaí, é a segunda opção.

A Ponte Preta volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Atlético-MG, às 16h, no estádio Mineirão. Já o Atlético-PR recebe, sábado, o Juventude, também às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Fonte: Uol

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *