Liderança integrada

Para que os resultados obtidos num processo de gestão possam ser os melhores possíveis a cultura interna ou corporativa tem uma importância fundamental. Num órgão, seja ele público ou privado, as diferenças individuais entre pessoas e os diversos líderes sempre vão existir, e isto é por demais, salutar.

Funciona como numa orquestra, onde cada músico tem sua característica, cumpre um papel no contexto, mas o conjunto é que prevalece. O essencial mesmo é que os valores culturais assumidos integrem as lideranças. A partir desta base, diferenças pessoais não representam obstáculos e sim um fator de sucesso.

Portanto, o segredo para que o gestor maior de uma organização possa ter a certeza de que está no caminho absolutamente correto é identificar líderes em diversas áreas, que possam compartilhar de valores culturais semelhantes.

Por melhores que sejam as tecnologias existentes, o ativo físico e financeiro disponíveis, a capacidade de investimento, se valores compartilhados e verdades comuns entre o líder maior e demais líderes responsáveis pelos diversos órgãos que compõem a estrutura administrativa não se integram, os resultados nunca serão os melhores.

Os valores compartilhados que devem integrar as lideranças são a integridade e honestidade, imparcialidade ou senso de justiça, busca da dignidade humana, vontade de servir, foco na excelência naquilo que faz, compromisso com o desenvolvimento do potencial da equipe, paciência, educação, encorajamento e cada um assumir realmente a sua responsabilidade.

Complementando o que foi dito acima, podemos afirmar com toda a certeza, que é necessário identificar o que motiva cada um dos líderes responsáveis pelos órgãos ou setores. Quando a motivação de todos é realizar, chegar ao objetivo traçado, políticas e estratégias levarão ao máximo sucesso. Mas, se ao contrário o motivo de alguns é o dinheiro ou o poder, é preciso ficar alerta e fazer as modificações necessárias.

Alguns podem pensar: mas, se o time é hoje vencedor, se os resultados estão positivos, por que mudar? Ocorre, que todo campeonato é constituído de vários turnos. E surpresas não esperadas podem acontecer. Nós já vimos times que indicavam ser vitoriosos não conseguirem chegar ao final do campeonato, ou não se sagrarem campeões. Os japoneses costumam dizer, que time que está vencendo se mexe, para que ele continue ganhando sempre.

Quando o técnico do time identifica valores humanos divergentes na equipe e toma a decisão correta, é porque tem a intenção de vencer todos os turnos e levar o campeonato.

Veja Mais

Cuidado com a dengue!

Com o verão, o receio de outra epidemia da dengue voltou a inquietar a mente de autoridades sanitárias e do...

Deixe um comentário

Vídeos