Brasil sofre, mas derruba Angola e vai às quartas no handebol

Getty ImagesHandebol

Em dois tempos bem diferentes, a seleção brasileira feminina de handebol demorou para entrar no jogo, mas quando embalou, não sofreu mais: derrotou Angola por 28 a 24 pela quarta rodada da fase de grupos do handebol nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e se garantiu antecipadamente nas quartas de final.

Duas vitórias e uma derrota para cada lado. Brasil e Angola entraram na Arena do Futuro em igualdade total nesta sexta-feira, brigando pela liderança do grupo A. Sensação no Rio de Janeiro, assim como o Brasil foi em Londres-2012 e no título mundial inédito de 2013, as angolanas incomodaram.

Já famosa como ‘goleira gordinha’, Teresa Almeida fechou o gol mais uma vez. Duda abriu o placar para as donas da casa aos 44 segundos, e o segundo gol saiu só depois dos três minutos. Daí para frente, foi pedreira minuto a minuto. A maior vantagem no primeiro tempo foi de três gols, e para Angola.

O ponto fraco do Brasil nos 30 minutos foi a defesa. Em velocidade, as adversárias conseguiam fazer com eficiência a transição para o ataque e encontravam buracos. O time de Morten Soubak precisava se arrumar. E a mudança começou no gol. Babi entrou, e rendeu mais que Mayssa debaixo das traves e ajudou para um 13 a 13.

Na volta do intervalo, as brasileiras fizeram valer a superioridade de donas da festa e campeãs mundiais. Sem vacilar na defesa e sem desperdiçar as chances construídas para atacar, abriram 21 a 17. Conseguiram mexer com as angolanas, que passaram a errar. Na metade final, ficou fácil controlar a vantagem e fechar em

Os gritos de “vamos virar” dos quase 12 mil torcedores que foram à Arena Futuro deram resultado. Com três vitórias e uma derrota, o Brasil lidera o grupo A com seis pontos e a uma rodada do final da fase de grupos garantiu sua classificação para as quartas de final, que serão disputadas na terça-feira, dia 16.

Fonte: ESPN

Veja Mais

Sorry, nothing to display.

Deixe um comentário

Vídeos