Cultura


Projeto leva catadoras de lixo ao palco

AssessoriaAssessoria

Assessoria

Durante os meses de julho e agosto o Espaço Cultural Linda Mascarenhas abriga um espetáculo teatral que é mais uma prova de que a arte transforma vidas. Realizado pela Cooperativa de Catadores da Coopvila, da Vila Emater, em parceria com a companhia Teatro Munganga, da Holanda e o Centro de Educação Ambiental São Batrolomeu (CEASB), com o apoio do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP), o Projeto CataAtores pegou um grupo de catadoras de lixo do antigo lixão de Maceió e o transformou no elenco de uma peça sobre reciclagem, cuja moral da história é o renascimento, a partir da compreensão de que todos têm pelo menos uma segunda chance de vida.

Por meio do exercício de encenação, as atrizes descobriram a arte como um elemento de conscientização e transformação social. Desde o mês de junho essas moradoras da Vila Emater se juntaram ao diretor de teatro Carlos Lagoeiro para ensaiar um texto que, através de experiências de vida bem conhecidas por elas, mostra a importância da reciclagem para a construção de uma cidade socialmente justa e ambientalmente sustentável, além de buscar o reconhecimento e respeito pelo trabalho do catador.

A peça conta também com cenografia do cearense Marcelo do Sol e coreografia de Edu Passos, em um esforço coletivo digno de elogios. “Todos os participantes são doadores de suas profissões; o Carlos Lagoeiro, na realidade, conseguiu uma grande proeza, que foi trabalhar com 13 mulheres do antigo lixão – pessoas que inclusive não sabem escrever e ler – e transformá-las em atrizes, afirma o produtor executivo da montagem, Vevel Maia. “É uma grande realização; nós estamos muito felizes com esse empreendimento”, diz.

Carlos Lagoeiro é um mineiro que mora em Amsterdam, na Holanda. Lá fundou a Companhia Teatro Munganga, que vem desenvolvendo um trabalho de formação de atores junto com públicos inusitados, sempre com a intenção de que eles desenvolvam discursos próprios e seus próprios talentos, passando por um processo intenso de treinamento de forma a desenvolverem suas capacidades de expressão por meio da arte.

Com nove apresentações agendadas no Espaço Cultural Linda Mascarenhas entre julho e agosto, o projeto CataAtores pretende trabalhar com um público de estudantes, visando mostrar como é possível educar e informar através do teatro. São sete apresentações, no período da manhã, para alunos da rede pública de ensino, incluindo interiores como Pilar, Paripueira e Campo Alegre. Além de duas apresentações para convidados, nos dias 01 e 04 de agosto, às 20 horas. Quem tiver interesse em prestigiar o trabalho e a atuação dessas jovens atrizes deve ligar para 3355-5196 ou 9989-0363 solicitando convite nessas duas datas.

Fonte: Ascom IZP

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>