Ocupação hoteleira em Maceió registra queda de 50%

maceio24hTrade aposta em reaquecimento do setor a partir de agosto

Trade aposta em reaquecimento do setor a partir de agosto

O turismo em Alagoas deve amargar sérios prejuízos até o próximo mês. Chuvas, alta do dólar e a crise econômica em Portugal estão entre as razões que motivaram quedas de mais de 50% nas taxas de ocupação hoteleira de junho, em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo Márcio Coelho, presidente do Maceió Convention Bureau, dos cinco vôos fretados de Portugal com destino a Maceió, que estavam programados para a primeira quinzena de julho, três foram transferidos para o início do mês de agosto e pelo menos um já foi oficialmente cancelado.

Para recuperar parte das perdas sofridas com o mau tempo, o trade aposta nos resultados das campanhas de mídia divulgadas pelo Governo de Alagoas para conquistar turistas no Estado de Minas Gerais e cidades do interior de São Paulo.

“A partir do início de agosto, esperamos um pequeno aquecimento, mas ainda é cedo para fazer previsões. Tudo vai depender do tempo”, declarou Márcio Coelho, que também representa a Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH) em Alagoas.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações