Viúva de ganhador da Mega-Sena será julgada nesta terça-feira

Adriana Almeida foi acusada pela família da vítima de ser a mandante da execução.

Arquivo Pessoalviúva

A viúva Adriana Ferreira Almeida, acusada de encomendar a morte do marido e ganhador da Mega-Sena Renné Senna, vai enfrentar novo julgamento para esta terça-feira (13). A sessão está marcada para as 10h, no Fórum de Rio Bonito, na Região Metropolitana do Rio.

Relembre o caso

Dois anos após ter sido contemplado com R$ 52 milhões do prêmio, Renné foi morto em Rio Bonito, em 2007. A vítima estava em sua fazenda, avaliada R$ 9 milhões, quando dois homens encapuzados chegaram em uma moto e fizeram os disparos, assassinando Renné na hora. Adriana, 25 anos mais nova do que Renné, foi acusada pela família da vítima de ser a mandante da execução.

Segundo o Extra, a viúva foi inocentada em 2011, mas o Tribunal de Justiça anulou a sentença em 2014. Os executores, que eram ex-seguranças do milionário, foram condenados em 2009 a 18 anos de prisão.

Fonte: Notícias ao Minuto

Veja Mais

Deixe um comentário