Defensoria Pública, Estado e Maceió ajustam medidas para agiliza cirurgias urológicas

Defensoria Pública

A celeridade e a ampliação na realização de procedimentos e cirurgias urológica foi tema de reunião nessa sexta-feira, 11, na sede da Defensoria Pública, conduzida pelo coordenador do Núcleo de Direitos Coletivos e Humanos da Defensoria Pública, defensor público Fabrício Leão Souto. O ato contou com a presença do secretário de saúde do Estado de Alagoas, Alexandre Ayres, e a secretária adjunta de saúde de Maceió, Nadja Tenório Marinho.

No encontro, Estado e Município se comprometeram com a Defensoria Pública a fazer regulação da demanda e da lista de espera, levantamento e acompanhamento dos procedimentos em aberto e, ainda, a simplificação e centralização da etapa da autorização para realização das cirurgias, sob a responsabilidade do Município de Maceió, inclusive com aportes pelo Estado da sua parte equivalente. Até quinta-feira, 17/10, o Estado de Alagoas, inclusive, publicará portaria disciplinando o repasse fundo a fundo para agilizar a fase de autorização e garantia do pagamento das Instituições que realizarem tais procedimentos médicos.

A reunião serviu, também, para decidir pela realização de chamamento público, a fim de ampliar a quantidade de prestadores do serviço de cirurgias urológicas para a população.

“Temos uma demanda reprimida, pacientes sofrendo e aguardando atendimento. A reunião com a Defensoria Pública e a Prefeitura de Maceió serve para alinhar as medidas, cobrar dos prestadores o cumprimento das metas. Precisamos oferecer à população uma saúde mais rápida. Se possível, podemos aumentar o repasse para diminuir a demanda e criar um fluxo mais constante nesses atendimentos. São procedimentos complicados, que trazem muito sofrimento à população e a nossa ideia é que o acesso seja mais rápido”, destacou o Secretário Ayres.

Para a secretária adjunta de Saúde de Maceió, Nadja Tenório Marinho, a redução da fila de espera deve ser o foco das ações.  “Conseguimos alinhar, junto com o Estado o que faremos para que os pacientes de urologia possam ter um atendimento mais ágil. A gente vai se reunir com os prestadores para que a possamos fazer essa fila andar o mais rápido o possível e eu gostaria de ressaltar a importância do papel da Defensoria Pública para viabilizar a construção dessa solução nesse tema e assim dar celeridade”, pontuou Nadja Marinho.

A Defensoria Pública seguirá acompanhamento periodicamente o cumprimento efetivo das obrigações assumidas no Termo de Ajustamento de Conduta sobre as cirurgias e procedimentos urológicos.

Fonte: Defensoria Pública

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações