Bebê agredido pelo pai respira com ajuda de aparelhos; Estado gravíssimo

É considerado gravíssimo o quadro clínico do bebê agredido em Arapiraca. Segundo o boletim médico do paciente J.F.L.S. divulgado na manhã desta quinta (5) pelo Hospital Geral do Estado, para onde ele foi transferido, a criança de um ano sofreu asfixia mecânica em tentativa de estrangulamento. Ele se encontra internado na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIp) em estado gravíssimo.

O caso ocorreu na última terça (3) na cidade de Arapiraca, a 120 quilômetros da capital, e o principal suspeito de cometer o crime é o pai do bebê, José Fábio Lima da Silva, de 25 anos, que teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Em depoimento à polícia, Fábio teria confessado que agrediu o filho com socos e pontapés em momento de descontrole. Ele alegou, ainda, estar passando por problemas financeiros e conjugais. Apesar do relato, a polícia deverá investigar a denúncia de que esta não foi a primeira agressão do acusado ao filho.

O bebê foi inicialmente levado ao Hospital de Emergência do Agreste e foi transferido nesta quarta (4) devido à gravidade do caso.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *