Acusado de assassinar marido de ex-esposa é preso em esconderijo

Um homem foi preso acusado de homicídio nessa quarta-feira (20), no município de Murici, na região da Zona da Mata de Alagoas. O nome do suspeito não foi divulgado devido a lei do Abuso de Autoridade.

As investigações da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) apontaram que a motivação do assassinato foi uma “rixa” do infrator com a vítima, por conta de a esposa desta ter tido um relacionamento conjugal com o algoz.

“No dia do crime, cometido em 29 de março de 2009 na zona rural da cidade de União dos Palmares, a vítima saiu de casa para trabalhar, quando foi surpreendida pelo infrator, numa emboscada, que o executou com golpes de instrumento corto-contundente, possivelmente um facão. Após o crime o acusado se evadiu, não tendo sido mais visto naquele município de União dos Palmares/AL, não havendo notícia de seu paradeiro”, explicou Gustavo Henrique, coordenador da Deic.

O acusado foi localizado e preso em cumprimento a mandado de prisão da Justiça, expedido pela Comarca de União dos Palmares.

Após receber o mandado de prisão, há cerca de um mês, a Seção de Capturas da Deic iniciou um trabalho de inteligência que culminou com a descoberta do endereço atual do fugitivo na cidade Murici, local onde ocorreu a prisão.

“Parabenizo o belo trabalho investigativo feito pela Seção de Capturas nesse caso, e ressalto a importância de uma prisão como essas, tendo em visto acabar com um sentimento de impunidade em relação ao crime praticado, em virtude do lapso temporal já transcorrido, inclusive o próprio infrator chegou a dizer que, após tanto tempo, não esperava mais ser preso por esse fato”, frisou o delegado Gustavo Henrique.

Depois da prisão, o acusado foi encaminhado à sede da DEIC, no bairro da Santa Amélia, onde o cumprimento do mandado de prisão foi formalizado. Em seguida ele foi conduzido para o sistema prisional,, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Homem que cometeu homicídio e estava foragido é preso pela Polícia Civil Um homem de 49 anos que havia praticado crime de homicídio, e estava foragido, foi preso nessa quarta-feira (20) em mais uma ação da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC), desta vez por meio de policiais civis da Seção de Capturas, sob a coordenação do delegado Gustavo Henrique. A vítima foi morta após ser emboscada pelo acusado, no município de União dos Palmares, no interior de Alagoas. As investigações da Polícia Civil apontaram que a motivação do assassinato foi uma “rixa” do infrator com a vítima, por conta de a esposa desta ter tido um relacionamento conjugal com o algoz. “No dia do crime, cometido em 29 de março de 2009 na zona rural da cidade de União dos Palmares, a vítima saiu de casa para trabalhar, quando foi surpreendida pelo infrator, numa emboscada, que o executou com golpes de instrumento corto-contundente, possivelmente um facão. Após o crime o acusado se evadiu, não tendo sido mais visto naquele município de União dos Palmares/Al, não havendo notícia de seu paradeiro”, explicou Gustavo Henrique, coordenador da Deic. O acusado foi localizado e preso em cumprimento a mandado de prisão da Justiça, expedido pela Comarca de União dos Palmares. Após receber o mandado de prisão, há cerca de um mês, a Seção de Capturas da DEIC iniciou um trabalho de inteligência que culminou com a descoberta do endereço atual do fugitivo na cidade Murici, local onde ocorreu a prisão. “Parabenizo o belo trabalho investigativo feito pela Seção de Capturas nesse caso, e ressalto a importância de uma prisão como essas, tendo em visto acabar com um sentimento de impunidade em relação ao crime praticado, em virtude do lapso temporal já transcorrido, inclusive o próprio infrator chegou a dizer que, após tanto tempo, não esperava mais ser preso por esse fato”, frisou o delegado Gustavo Henrique. Depois da prisão, o acusado foi encaminhado à sede da DEIC, no bairro da Santa Amélia, onde o cumprimento do mandado de prisão foi formalizado. Em seguida ele foi conduzido para o sistema prisional,, onde permanece à disposição da Justiça.

Uma publicação compartilhada por Polícia Civil de Alagoas (@policiacivildealagoas) em

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *