Em vídeo, médica, que atuava contra Covid-19 na BA, confirma desligamento de hospital

Instagram

Médica Raíssa Soares

Após circular nas redes sociais a informação de que a médica Raissa Soares tinha sido demitida por questões políticas após gravar um vídeo solicitando ajuda do presidente Jair Bolsonaro no combate a Covid-19 na Bahia, a profissional de saúde gravou um vídeo explicando sua saída do Hospital Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro.

Na publicação, a médica negou que a demissão tenha sido de cunho político e realizada supostamente a pedido do governador Rui Costa. De acordo com a médica, a própria profissional não estava tendo tempo de cumprir suas escalas no hospital.

“Eles [o departamento de Recursos Humanos do hospital] deram minha carga horária para outro colega, porque estava pedindo para outros colegas cobrirem essas escalas que eu estava fazendo”, disse a médica.

Raissa continua trabalhando para a Prefeitura de Porto Seguro, no Hospital Navegantes e no Pronto Atendimento a Covid-19.

As notícias falsas tiveram início esta semana após a médica publicar um vídeo no Facebook pedindo ajudar ao presidente da República, Jair Bolsonaro, para que o Governo Federal enviasse mais hidroxicloroquina para o tratamento de pacientes com Covid-19.

Esta é a segunda vez que o nome da médica aparece em Fake News. No mês passado, publicações circularam nas redes sociais distorcendo um vídeo da médica sobre o protocolo da cloroquina. O texto afirmava que Raissa teria dito que o “presidente sempre esteve certo”.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *