PM/AL emite nota após morte e prisão de militares no Piauí: “Não estavam em missão”

Caso aconteceu na manhã deste sábado (6) e envolveu três militares da reserva de Alagoas.

A Polícia Militar de Alagoas (PM/AL) se pronunciou após o episódio envolvendo três militares da reserva de Alagoas quando um policial morreu e outros dois foram presos após uma troca de tiros ocorrida neste sábado (6), no bairro Poti Velho, em Teresina, capital do Piauí. Outras três pessoas foram detidas e levadas à delegacia na ocasião.

No episódio, um subtenente da PM foi alvejado a morreu em unidade de saúde. Em nota, a PM/AL afirma que os três não estavam em missão oficial e que as instituições de segurança pública do Piauí foram contatadas para que as devidas providências sejam adotadas.

Leia a nota na íntegra:

Sobre o incidente ocorrido no Piauí envolvendo dois sargentos e um subtenente, todos da Reserva Remunerada (aposentados) da Polícia Militar de Alagoas, a PM informa que os três não estavam em missão oficial da PM-AL, mas tão logo tomou conhecimento do fato, a Corporação entrou em contato com as instituições de segurança pública do estado onde o episódio aconteceu e está tomando as devidas providências.

Quanto aos dois que foram detidos, a instituição militar informa que acompanhará e, esclarecidas as circunstâncias envolvendo os inativos, adotará as medidas que forem necessárias.

Diante da morte de um dos policiais o Comando-Geral lamenta profundamente o falecimento, presta sinceras condolências aos familiares e amigos.

Veja Mais

Deixe um comentário