Acusado de matar a mulher morre em hospital no sertão de Alagoas

Morreu na noite desta quarta-feira (28) o vendedor Eduardo da Fonseca Barbosa, de 37 anos. Horas antes de morrer, Eduardo atirara – e matara – a ex-companheira, Judite da Silva Lima, de 32 anos, supostamente por não aceitar o fim do relacionamento. O casal deixa um filho de apenas quatro anos.

O crime ocorreu na tarde de ontem, em uma residência na Rua Arnon de Melo, Bairro Novo, em Delmiro Gouveia.  Eduardo Barbosa invadiu a residência, teve início uma discussão e ele efetuou vários disparos contra a mulher e depois contra si mesmo. RELEMBRE AQUI.

Testemunhas afirmaram às autoridades policiais que o casal vivia uma relação turbulenta, com dicussões diárias. Judite tem outros três filhos de relacionamento anterior.

Ao chegar à residência, os militares encontraram a mulher sem vida e Eduardo com finais vitais. Ele foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde recebe primeiros socorros, e deveria ser transferido para um hospital da região, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

O inquérito dos crimes é presido pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti.

Veja Mais

Deixe um comentário