Flamengo se assusta com pedida de Gallardo e possível negócio esfria, revela jornalista

Em busca de um substituto para Renato Gaúcho, demitido logo após o vice na Conmebol Libertadores para o Palmeiras, o Flamengo se assustou com a pedida do técnico Marcelo Gallardo, que pode estar de saída do River Plate. Segundo informações do jornalista Jorge Nicola, em seu blog no “Yahoo!”, o fato esfriou as negociações com o o argentino, até então plano A do Rubro-Negro.

Em fim de contrato com os Millonarios, Gallardo, de 45 anos, pediu um salário anual de 5 milhões de dólares (R$ 28,5 milhões nas cifras atuais) ao clube carioca, livres de impostos. Ou seja, mensalmente, o Fla desembolsaria R$ 2,4 milhões ao treinador, valor que ainda seria tributado, chegando aos R$ 3 milhões por mês.

Outro detalhe é que todas estas cifras seriam destinadas única e exclusivamente a Gallardo. Todo o restante da sua comissão técnica, que ele pretende levar consigo caso deixe o River, ainda teria um custo adicional aos cariocas.

Por último, o técnico argentino, detentor de 13 títulos sob o comando do River Plate, ainda pediu um contrato de três temporadas. Em caso de demissão, exigiu receber do Flamengo todo o dinheiro referente ao restante do vínculo em até 30 dias.

Ainda segundo Nicola, Gallardo está convencido de que ofertas da Europa aparecerão e por isso faz ‘jogo duro’ com os clubes sul-americanos. Antes da contratação de Xavi, seu nome foi especulado no Barcelona. No PSG, ele ainda é visto como opção caso Mauricio Pochettino deixe o clube.

Em relação ao futuro de Gallardo, que assumiu o comando do River Plate em 2014 e já conquistou praticamente tudo o que é possível com o clube, incluindo o recente título do Campeonato Argentino da atual temporada, o treinador ainda não definiu seu próximo caminho. Certo mesmo é que o seu contrato se encerra no próximo dia 31 de dezembro.

Em recente entrevista coletiva, Muñeco revelou que o seu destino será conhecido após o término da temporada e assim que a eleição para presidente do River seja concluída, no próximo sábado (4).

Ainda restam três jogos para o atual campeão argentino na temporada: contra o Defensa y Justicia, no domingo (5), no Monumental de Núñez, contra o Atlético Tucumán, fora, no dia 11 de dezembro, e ainda contra o Colón, no dia 18. A definição quanto ao seu futuro não deverá extrapolar estas datas.

Segundo a ESPN Argentina, Gallardo reflete sobre o seu futuro no momento e tem uma outra opção caso deixe o River: a seleção uruguaia, que recentemente demitiu Óscar Tabárez.

Sobre a reflexão, Gallardo admitiu, em entrevista no dia 25 de outubro à ESPN Argentina, logo após a conquista do título argentino, que os últimos sete anos no River Plate têm sido desgastantes, uma vez que o clube não dá brecha para campanhas ruins e está sempre à procura de títulos.

“Sete anos de muito desgaste e foco em um clube como este que não dá trégua, hoje você venceu e amanhã você tem que vencer novamente”, disse.

“Primeiro esclareço que estou terminando meu contrato, e é a primeira vez que estou em uma posição em que meu vínculo está acabando, acho que mereço a possibilidade repensar, pois é preciso muita energia para continuar com um vínculo forte que tenho com esta instituição”, finalizou.

Fonte: ESPN

Veja Mais

Deixe um comentário